Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/5556
Título: Televisão, estereótipos e profissões : perceções de estudantes universitários
Outros títulos: Television, stereotypes and professions: Perceptions of university students
Autor: Faria, Liliana
Palavras-chave: Esteriótipos (Psicologia social) na televisão
Adolescentes - Emprego
Data: 2019
Resumo: A televisão tem um papel importantíssimo enquanto fonte de informação sobre profissões e sobre o mundo do trabalho, mas também na criação de estereótipos na sociedade, que podem afetar o modo como os jovens planeiam as suas vidas. A perceção dos jovens quanto às profissões é um fator preponderante, pois a imagem estereotipada pode influenciar as suas decisões de carreira condicionando a sua atuação profissional futura. O objetivo deste estudo é analisar os hábitos de consumo televisivo dos jovens, bem como as suas visões acerca das profissões, através de um estudo descritivo que envolveu 38 estudantes (36,8% homens e 63,2% mulheres), com idades compreendidas entre os 17 e os 27 anos, que preencheram um inquérito de resposta aberta. Resultados preliminares demonstraram que os programas televisivos mais assistidos pelos jovens são maioritariamente séries e filmes, do género drama e comédia, que retratam sobretudo profissões de polícias, advogados e médicos, cujas personagens principais são caucasianas (76%). Os resultados demonstram, ainda, que os jovens consideram existir profissões mais adequadas para homens (construção civil, desporto e seguança) e para mulheres (lojista, secretária, trabalhos relacionados com saúde, estética e educação), por exigirem mais ou menos esforço físico. Discutem-se possíveis abordagens de mitigação dos estereótipos relativos às profissões, recorrendo à televisão.
Television plays a very important role as a source of information on professions and the world of work, but also on the creation of stereotypes in society that can affect the way young people plan their lives. The perception of young people about professions is a preponderant factor, since the stereotyped image can influence their career decisions, conditioning their performance as a professional future. The objective of this study is to analyze the habits of television consumption of young people, as well as their visions about the professions, through a descriptive study that involved 38 students (36.8% men and 63.2% women), ages aged 17 to 27, who completed an open-ended survey. Preliminary results have shown that television shows that are most assisted by young people are mostly drama series and films, mostly drama and comedy films, which portray mostly police, lawyer and medical professions, whose main characters are Caucasian (76%). The results also show that young people consider that there are more appropriate professions for men (construction, sports and safety) and for women (shopkeepers, secretaries, work related to health, aesthetics and education) because they require more or less physical effort. Possible approaches to mitigate stereotypes related to the professions through television are discussed.
Descrição: Revista de psicologia da criança e do adolescente. - ISSN 1647-4120. - V. 10, n. 2 (2019).- p.105-124
URI: http://hdl.handle.net/11067/5556
https://doi.org/10.34628/jsss-m374
Tipo de Documento: Artigo
Aparece nas colecções:[ULL-IPCE] RPCA, v. 10, n. 2 (2019)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
rpca_v1_n2_2019_09.pdf111,15 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Este registo está protegido por Licença Creative Commons Creative Commons