Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/527
Título: Trilhos de cumplicidade : musicoterapia com crianças e adolescentes em contexto educativo
Autor: Santos, Cátia Andreia Amaral dos, 1989-
Orientador: Leite, Teresa Paula Rodrigues de Oliveira, 1964-
Tavares, Melanie Ninette da Luz Viola, 1976-
Palavras-chave: Instituto de apoio à criança - Ensino e estudo (Estágio)
Musicoterapia para crianças - Portugal
Adolescentes deficientes - Educação - Portugal
Crianças deficentes - Educação - Portugal
Data: 23-Out-2013
Resumo: A musicoterapia em contexto educativo é uma área bastante desenvolvida e aliciante para a maioria dos musicoterapeutas, embora a produção académica e científica não seja equitativa, principalmente, no que diz respeito ao ensino regular e à Deficiência Auditiva. Contudo, as investigações musicoterapêuticas dedicadas à prática clínica com esta população salientam a relevância do papel da música no processo de construção da relação terapêutica. Com este documento pretende-se apresentar uma intervenção musicoterapêutica com crianças e adolescentes em contexto educativo, no âmbito do estágio curricular do mestrado em musicoterapia. A intervenção teve a duração de 8 meses e foi levada a cabo em 2 escolas do concelho do Seixal, ao abrigo da intervenção do Instituto de Apoio à Criança nestas escolas, tendo sido efectuadas em média 15 sessões com 14 utentes, distribuídos por 3 grupos e uma intervenção musicoterapêutica individual. Um dos grupos foi constituído por adolescentes surdos e os restantes por utentes com Perturbação de Oposição. Foi realizada uma análise mais aprofundada na apresentação dos dois estudos de caso, um grupal e um individual, que incidem sobre a problemática da patologia do comportamento e problemas afectivos, sendo examinadas intensivamente as várias fases da intervenção de acordo com a orientação psicodinâmica e as teorias do desenvolvimento infantil e grupal. Os resultados da intervenção revelam-se positivos, observando-se mudanças nos utentes em contexto de participação social, embora nem sempre constantes com os resultados obtidos. Podemos afirmar a necessidade de se efectuar um trabalho terapêutico continuado no tempo com este tipo de utentes, de forma a garantir uma maior constância nas mudanças positivas já observadas.
Descrição: Relatório de estágio realizado no âmbito do mestrado em Musicoterapia, Universidade Lusíada de Lisboa, 2012
Exame público realizado em 3 de Maio de 2013
URI: http://hdl.handle.net/11067/527
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULL-IPCE] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mmt_catia_santos_dissertacao.pdfDissertação1,86 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.