Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/359
Título: Micro arquitetura no Japão : compressão espacial e funcional
Autor: Martins, Kelly Franco, 1983-
Orientador: Braizinha, Joaquim José Ferrão de Oliveira, 1944-
Costa, Jorge Virgílio Rodrigues Mealha da, 1960-
Palavras-chave: Arquitectura minimalista - Japão
Arquitectura - Japão - Século 20
Data: 19-Set-2013
Resumo: A Dissertação reflete o modo como a cultura, tradições, história, características geográficas e desenvolvimento económico de um país influencia profundamente o modo de vida de uma sociedade e sua arquitetura. Poucos são os países onde isso é mais assente do que o Japão. Com uma geografia montanhosa que limita as possíveis áreas de construção, devastado por catástrofes naturais, guerras, e problemas económicos, a sociedade desenvolveu-se mantendo-se de olhos postos num futuro promissor mas sem se esquecer das suas raízes e tradições. Começam a surgir no ano 2000 cada vez mais proprietários a desfazerem-se de terrenos que deixaram de servir para a indústria ou comercio ou que por algum motivo legal já não lhes interessa manter e decidem subdividi-los em pequenas parcelas de modo a rentabilizar o máximo possível cada lote. Estes pequenos lotes são comprados com o intuito de se construir uma pequena habitação e tornam-se para além de um meio para os arquitetos se manterem no ativo, um desafio muito grande para os mesmos, dadas as dificuldades que projetar uma habitação com uma área de construção tão limitada e por vezes com um formato fora do comum trás ao arquiteto. É então que surge uma moda que tem chamado a atenção de vários entusiastas do estilo de vida minimalista, assim como dos meios de comunicação e revistas de arquitetura em todo o mundo. Uma arquitetura que pelas suas características, obriga o habitante a repensar e reestruturar a sua vida de modo a adaptar-se da melhor maneira possível ao espaço limitado com que se irá deparar. E ao arquiteto repensar o desenho tradicional e encontrar soluções a nível de materiais e desenho que melhor de adequem a cada caso e tirar partido da área que lhe é permitido projetar. Viver num espaço pequeno não deve ser encarado como um sacrifício, mas um desafio à capacidade Humana de se adaptar e editar e de preservar aquilo que realmente lhe é mais importante. (Kelly Franco Martins)
Descrição: Dissertação de mestrado integrado em Arquitectura, Universidade Lusíada de Lisboa, 2013
Exame público realizado em 3 de Julho de 2013
URI: http://hdl.handle.net/11067/359
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULL-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mia_kelly_martins_dissertacao.pdfTexto integral6,76 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.