Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/271
Título: A paisagem da arquitectura : da criação de um continuum geométrico
Autor: Paulo, Carlos Miguel Canteiro, 1983-
Orientador: Braizinha, Joaquim José Ferrão de Oliveira, 1944-
Costa, Jorge Virgílio Rodrigues Mealha da, 1960-
Palavras-chave: Paisagem
Desenho de paisagens
Geometria na arquitectura
Data: 4-Jun-2013
Resumo: O modo de como a Arquitectura materializa Paisagem – tendo em conta que é a disciplina maioritariamente responsável pela sua configuração – é muitas vezes deixado para segundo plano. O desejo de alcançar uma materialização formal de um edifício\objecto ou o modo como se desenvolve uma cidade moderna é razão suficiente para que não se projecte a pensar num continuum de Arquitectura Paisagem, mas sim de um modo mais individual. Examinar de que modo Paisagem e Arquitectura podem e devem juntas resultar visualmente na sua unidade funcional – de que modo é possível a geometria da Arquitectura se relacionar e completar com a da Paisagem possibilitando e criando um continuum visual e uma leitura espacial que caracterize os dois mundos – apresenta-se como o tema primordial do presente estudo. Começa por definir-se o que se entende hoje em dia por Paisagem e o que levou à criação do termo; procede-se ao estudo da análise da Paisagem como forma e objecto e de como a Arquitectura dela faz parte. No capítulo referente à memória, enunciam-se os métodos de criação a que o arquitecto recorre consciente e inconscientemente e o papel que a memória tem no cérebro como factor de assimilação e re-interpretação de imagens recolhidas. O capítulo “Baú”, dá razão de existência ao capítulo anterior e consiste na escolha e análise de três obras de Arquitectura, que não sendo propriamente realizadas por arquitectos, representam o que a disciplina tem de mais essencial no que diz respeito ao desenho da Paisagem, enquanto ao mesmo tempo representam obras que se mostraram decisivos como memória para a apreensão e realização de três projectos elaborados a propósito do curso e presente dissertação, dos quais, no último capítulo se destaca o projecto final de mestrado. Pretende-se assim que a presente dissertação, como obra escrita, seja não só anexo, mas memória, introdução, continuação, justificação e parte integrante do trabalho do seu autor, incidindo sobre a posição tomada pelo mesmo nos estudos de projecto realizados nos dois anos académicos de mestrado integrado em Arquitectura. A “Paisagem da Arquitectura” – não arquitectura paisagísta – entende-se como o estudo da Arquitectura como disciplina escultora e criadora de todo o contínuo visual e espacial que é obra do Homem.
Descrição: Dissertação de mestrado integrado em Arquitectura, Universidade Lusíada de Lisboa, 2011
Exame público realizado em 23 de Abril de 2012
URI: http://hdl.handle.net/11067/271
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULL-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mia_carlos_paulo_dissertacao.pdfTexto integral53,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.