Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/2636
Título: Arquitectura funerária, simbolismo e relação com o lugar
Autor: Franco, Renato Miguel Vicente, 1991-
Orientador: Alves Rui Manuel Reis 1964-
Palavras-chave: Cemitérios
Monumentos funerários - História
Arquitectura e religião
Data: 9-Jan-2017
Resumo: A presente dissertação tem como finalidade o estudo da arquitectura do espaço funerário, da sua relação com a cidade e do simbolismo destes espaços, tanto a nível social, como religioso e arquitectónico. Este estudo tem então a necessidade de compreender a origem do espaço funerário e como este evoluiu no tempo, no espaço e simbolicamente nas sociedades. Assim, o presente estudo abarca um alargado período temporal, iniciado nas primeiras civilizações e terminando com dois casos de estudo actuais de ideologias religiosas divergentes. Pretende-se, deste modo, a desmistificação de práticas irrefutavelmente atribuídas às crenças da entidade religiosa (e respectivas sociedades), que causa o desaparecimento do tema no debate da arquitectura moderna e condiciona as potencialidades e correlações destes lugares com as envolventes. Dada a sensibilidade da temática e a ambição de melhor compreendermos as opções tipológicas e as práticas do ritual fúnebre, sentimo-nos forçados a estudar, por vezes, não só as ideologias religiosas, mas também o comportamento e o pensamento individual e colectivo do ser humano. Com isto a presente dissertação divida em três capítulos diferentes, aborda no primeiro capítulo a evolução temporal e espacial da arquitectura funerária e a origem de diversos comportamentos humanos perante este tema. No segundo capítulo, sendo o projecto a reprodução das crenças, do meio de maturação, da sociedade e das referências do arquitecto, cingimo-nos ao estudo dos responsáveis pelos projectos subsequentemente em estudo. Por fim, no terceiro e último capítulo estudar-se-ão duas abordagens contemporâneas divergentes – uma da cultura mediterrânea e outra da cultura nórdica -, contudo eficazes e válidas na adequabilidade às três temáticas – espaço funerário, simbolismo e relação com o lugar -, constituindo-se como possíveis referências a futuras intervenções.
Descrição: Dissertação de mestrado integrado em Arquitectura, Universidade Lusíada de Lisboa, 2016
Exame público realizado em 18 de Novembro de 2016
URI: http://hdl.handle.net/11067/2636
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULL-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mia_renato_franco_dissertacao.pdfDissertação72,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.