Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1519
Título: Análise do outsourcing no setor bancário angolano
Autor: Santos, Virgínia Analídia António dos, 1989-
Orientador: Reis, Rui Manuel Gouveia Lopes dos, 1940-
Palavras-chave: Bancos - Contratação externa - Angola
Contratação externa - Planeamento
Planeamento estratégico
Data: 4-Mai-2015
Resumo: A necessidade da abordagem desse tema surge por dois motivos bastantes relevantes. O primeiro, diz respeito ao setor bancário, particularmente a banca angolana, que nos últimos anos tem apresentando um crescimento bastante significativo e, dada a atual dinâmica da economia nacional, perspetiva-se uma tendência acentuada de crescimento do mercado bancário, exigindo a construção de um sistema financeiro sólido, eficaz e socialmente responsável, capaz de sustentar a economia. Adicionalmente, os níveis de bancarização da população angolana têm crescido significativamente, mesmo sendo considerada baixa em relação à população total (apenas 20% da população encontra-se bancarizada). Segundo o Banco Nacional de Angola (BNA), a taxa de bancarização que esteve na ordem de 23% em 2012, em 2013 atingiu 30%, perspetivando-se que esta venha a duplicar em 2016, o que demostra que existe a necessidade do próprio setor começar a preparar-se para atender a demanda que irá encontrar a médio e longo prazo, a fim de proporcionar aos clientes soluções inovadoras e cada vez mais eficientes. Porém, nem metade da população angolana se encontra bancarizada e notamos que o sistema bancário atualmente não consegue dar resposta às necessidades do mercado, o que acaba por causar grandes constrangimentos para os seus clientes e não só. O segundo, diz respeito a uma estratégia empresarial que muitas organizações dispensam por não saberem o seu real valor, ou por a desconhecerem como uma técnica de inovação em gestão empresarial, o denominado Outsourcing. Há necessidade das empresas utilizarem estratégias que as permitam obter vantagens competitivas das demais concorrentes em mercados dinâmicos como os que observamos atualmente. Muitas empresas estão focadas no crescimento e diversificação dos seus produtos e serviços, que não deixam de ser variáveis importantes dentro de uma organização, mas também sabemos que só crescimento e diversificação não são suficientes quando estas não sabem; Porquê, Como e Onde irão crescer e diversificar. Por conseguinte, é necessário que saibam exatamente o seu lugar dentro do mercado, que identifiquem os seus concorrentes, os seus pontos fortes e fracos e que, acima de tudo cresçam dentro do que é o seu foco ou objeto principal. Neste contexto, o Outsourcing pode ser qualificado como uma inovação em gestão e é para muitos gestores uma ferramenta influenciadora e poderosa de mudança organizacional em vários níveis. Contudo, o estudo desenvolvido teve como alvo o setor bancário angolano no intuito de analisarmos o outsourcing dentro das instituições bancárias, assim como tentar perceber o motivo da sua utilização ou não utilização nos bancos em estudo.
Descrição: Dissertação de mestrado em Gestão, Universidade Lusíada de Lisboa, 2015
Exame público realizado em 30 de Abril de 2015
URI: http://hdl.handle.net/11067/1519
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULL-FCEE] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mg_virginia_santos_dissertacao.pdfDissertação3,06 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.