Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1333
Título: Fobia social e perturbação obsessivo-compulsiva na adolescência : um estudo de caso
Outros títulos: Social phobia and obsessive-compulsive disorder in adolescence : a case study
Autor: Carvalho, Joana Rita
Data: 6-Jan-2015
Resumo: As Perturbações de Ansiedade são bastante frequentes durante a adolescência. Este estudo descreve um caso de Fobia Social (FS), generalizada, e Perturbação Obsessivo-Compulsiva (POC), segundo os critérios de diagnóstico DSM-IV-TR (APA, 2002). A avaliação decorreu com base numa entrevista semiestruturada realizada junto de uma adolescente e dos seus pais. Realizou-se uma intervenção de natureza cognitivo-comportamental com esta adolescente por se tratar de uma abordagem terapêutica empiricamente testada e considerada apropriada para o tratamento da FS e POC. A intervenção teve como principais objectivos: compreender a ansiedade, reduzir os sintomas físicos relacionados com a ansiedade, reduzir o medo de ser avaliada, eliminar comportamentos de segurança, desenvolver competências sociais, reduzir a ansiedade em situações sociais específicas, eliminar o evitamento de situações sociais e alterar esquemas relacionados com a necessidade de ser aprovada e de se sentir inadequada ou incompetente. E, ainda, reduzir os pensamentos intrusivos, eliminar compulsões e modificar esquemas de perigo e responsabilidade. Por último, adquirir competências de prevenção de recaída. No sentido de alcançar os objectivos referidos, recorreu-se às seguintes estratégias/intervenções: formação psicoeducacional, técnicas de relaxamento, reestruturação cognitiva, exposição às situações sociais temidas, treino de competências sociais, exposição aos pensamentos intrusivos e prevenção da resposta, tarefas para casa e revisão. Após o processo psicoterapêutico a adolescente consegue interagir, com satisfação, nas mais diversas situações sociais e não executa rituais. Apesar desta intervenção se ter demonstrado apropriada, são necessários estudos que avaliem o impacto e a prevalência desta comorbilidade específica (FS e POC), bem como a eficácia deste tipo de intervenções.
Descrição: Revista de psicologia da criança e do adolescente. - ISSN 1647-4120. - V. 5, n. 1 (Janeiro-Junho 2014). - p. 177-194.
URI: http://hdl.handle.net/11067/1333
ISSN: 1647-4120
Tipo de Documento: Artigo
Aparece nas colecções:[ULL-IPCE] RPCA, v. 5, n. 1 (Janeiro-Junho 2014)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
rpca_v5_n1_10.pdf170,83 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.