Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/968
Título: Determinantes do comportamento tabágico e implicações para a prevenção do tabagismo
Outros títulos: Determinants in tobacco consumption behaviors and implications for its prevention
Autor: Vitória, Paulo Duarte
Branquinho, Cátia Sofia dos Santos, 1986-
De Vries, Hein
Palavras-chave: Jovens - Consumo de tabaco
Jovens - Consumo de tabaco - Prevenção
Data: 11-Jul-2014
Resumo: O comportamento tabágico é a principal causa evitável de doença e morte. Noventa por cento dos fumadores estão dependentes do tabaco. Fumar tabaco é também um determinante importante da dependência de outras drogas e está relacionado com outros problemas nas esferas da saúde mental e das relações sociais, incluindo os comportamentos desviantes. A grande maioria dos fumadores iniciou o consumo de tabaco no início da adolescência. Este conjunto de caraterísticas e de consequências do tabagismo não deixa dúvidas sobre a sua relevância para a prevenção das doenças e dos problemas comportamentais, emocionais e sociais. Os objetivos deste artigo são apresentar os principais determinantes do comportamento tabágico e discutir as suas implicações para a prevenção do tabagismo. A investigação nesta área indica que o determinante fundamental do comportamento tabágico é ... o comportamento tabágico. Em primeiro lugar, porque as experiências iniciais com o tabaco, que ocorrem em geral no início da adolescência, são um determinante importante da dependência no futuro. Por outro lado, o comportamento tabágico dos pares, dos pais e de outros referentes relevantes para os adolescentes é um reconhecido determinante da iniciação e da dependência tabágica. Relativamente à prevenção do tabagismo, um objetivo essencial é evitar ou atrasar a iniciação do comportamento tabágico, levantando todas as barreiras possíveis à ocorrência dos primeiros contactos com o tabaco. A ideia que fumar tabaco implica um risco muito elevado de dependência deve ser enfatizada e reforçada nas campanhas dirigidas aos jovens. É também importante melhorar as competências sociais dos adolescentes para melhorar a sua capacidade de lidar com a influência social. Os pais devem ser sensibilizados relativamente ao modo como o seu próprio comportamento pode influenciar o comportamento dos seus filhos.
Descrição: Revista de psicologia da criança e do adolescente. - ISSN 1647-4120. - V. 4, n. 1 (Janeiro-Junho 2013). - p. 191-206.
URI: http://hdl.handle.net/11067/968
ISSN: 1647-4120
Tipo de Documento: Artigo
Aparece nas colecções:[ULL-IPCE] RPCA, v. 4, n. 1 (Janeiro-Junho 2013)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
rpca_v4_n1_10.pdf243,13 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.