Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11067/5891
Title: A influência das competências socioemocionais nas estratégias de coping em adolescentes
Author: Fileno, Cátia Sofia de Sousa
Advisor: Coelho, Vítor Alexandre
Keywords: Psicologia da educação
Psicoterapia
Comportamento
Adolescentes
Estratégias de coping
Issue Date: 2020
Abstract: O coping é considerado um aspeto de destaque ao nível adaptativo, nomeadamente, no funcionamento humano. Além disto, o domínio das competências socioemocionais está relacionado com um maior bem-estar e melhor desempenho académico, enquanto a incapacidade de atingir uma aptidão adequada nesses domínios pode conduzir a dificuldades a vários níveis. A presente investigação pretende analisar a relação entre as competências socioemocionais e as estratégias de coping em adolescentes. Neste estudo participaram 114 alunos, 67 do sexo feminino, e 47 do sexo masculino, com idades entre os 12 e os 15 anos (M = 13.71; DP = 0.97). Foram recolhidas informações recorrendo ao Questionário de Avaliação de Competências Socioemocionais – QACSE (Coelho et al., 2015) e à Escala Toulousiana de Coping – Versão Reduzida (Nunes et al., 2014). Foram conduzidas análises de correlação e de comparação de médias para compreender a relação entre as variáveis. Os resultados indicam que existem relações positivas e significativas entre a dimensão Controlo, por um lado, e Autocontrolo, Consciência Social, Competências Relacionais e Tomada de Decisão Responsável, por outro lado; entre a dimensão Distração por um lado, e as dimensões Competências Relacionais, Tomada de Decisão Responsável e Consciência Social, por outro; e entre o Coping Global, por um lado, e as dimensões Autocontrolo, Consciência Social, Competências Relacionais e Tomada de Decisão Responsável, por outro lado. Verificam-se ainda relações negativas e significativas entre a Recusa e o Isolamento Social; entre a dimensão Conversão e Isolamento Social; entre o Suporte Social e a Ansiedade Social; e também entre o Coping Global e o Isolamento Social. Foram ainda encontradas diferenças significativas entre as Estratégias de Coping e o Género e entre as Competências Socioemocionais e o Género. Este estudo permitiu acrescentar informação empírica acerca da relação entre as competências socioemocionais e as estratégias de coping em adolescentes do ensino português.
Abstract Coping is considered a relevant aspect in human functioning, namely from a adaptive level. In addition, the domain of socio-emotional competences is related to greater wellbeing and better academic performance, while the inability to achieve an aptitude appropriate to the domains can overcome at various levels. The present investigation examines the relationship between socioemotional skills and coping strategies in adolescents. In this study 114 students participated, 67 females, and 47 males, aged between 12 and 15 years old (M = 13.71; SD = 0.97). Information was collected using the Socioemotional Skills Assessment Questionnaire - QACSE (Coelho et al., 2015) and the Toulousian Coping Scale - Short Version (Nunes et al., 2014). Correlation analyzes and comparison of means were conducted to understand the relationship between the variables. The results indicate that there are positive and related relationships between the Control dimension, on the one hand, and Self-control, Social Consciousness, Relational Skills and Responsible Decision Making, on the other hand; between the Distraction dimension on the one hand, and the Relational Competencies, Responsible Decision Making and Social Awareness dimensions, on the other; and between Global Coping, on the one hand, and the dimensions of Self-Control, Social Awareness, Relational Skills and Responsible Decision Making, on the other hand. There are also negative and relevant relationships between the Refusal and Social Isolation; between the Conversion and Social Isolation dimension; between Social Support and Social Anxiety; and also between Global Coping and Social Isolation. Differences were found between Coping Strategies and Gender and between Socioemotional Skills and Gender. This study adds empirical information about the relationship between socioemotional competences and coping strategies in Portuguese schoolchildren.
Description: Dissertação de Mestrado em Psicologia da Educação, Universidade Lusíada - Norte, Porto, 2020
Exame público realizado em 29 de Março de 2021
URI: http://hdl.handle.net/11067/5891
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:[ULP-IPCE] Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mpe_dissertacao_mestrado.pdf
  Restricted Access
Dissertação de mestrado2,04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons