Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11067/5627
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLeite, Teresa Paula Rodrigues de Oliveira, 1964--
dc.contributor.advisorCarvalho, Mariana Martins Ferreira de-
dc.contributor.authorSá, Maria Teresa Brum Prezado Damião Pinheiro Corrêa de, 1988--
dc.date.accessioned2020-07-27T17:15:55Z-
dc.date.available2020-07-27T17:15:55Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11067/5627-
dc.descriptionRelatório de estágio realizado no âmbito do mestrado em Musicoterapia, Universidade Lusíada de Lisboa, 2019pt_PT
dc.descriptionExame público realizado em 17 de Julho de 2020pt_PT
dc.description.abstractO envelhecimento constitui uma das principais preocupações do século XXI dado o seu impacto social e económico. É caracterizado por múltiplas transformações biológicas, psicológicas e sociais e pelo aumento do risco para o desenvolvimento de patologias, sobretudo em contexto de institucionalização. Ao longo do tempo têm surgido novas abordagens de prestação de cuidados que valorizam o potencial de mudança e desenvolvimento da pessoa idosa. Nesse contexto, a musicoterapia tem sido considerada uma intervenção não farmacológica com efeitos positivos ao nível social, emocional, cognitivo, sensorial, motor e comportamental, contribuindo, dessa forma, para o aumento do bem-estar e qualidade de vida desta população. Neste estudo participaram oito utentes do sexo feminino do Lar CNSV com síndrome demencial e/ou perturbações afetivas, das quais quatro receberam intervenção individual e as restantes foram intervencionadas em grupo. Quer em contexto individual quer em grupo, observou-se que a musicoterapia teve um impacto positivo ao nível da relação com o terapeuta, interações sociais, expressão e regulação emocional, depressão, ansiedade, memória e atenção. Concluiu-se que a musicoterapia é uma intervenção de longa duração com efeitos positivos imediatos e a curto-prazo a nível relacional, emocional e cognitivo na população idosa institucionalizada. Porém, verificou-se a necessidade de desenvolver instrumentos quantitativos específicos da musicoterapia que sejam sensíveis às mudanças que ocorrem no contexto musical e que complementem abordagens qualitativas de avaliação.pt_PT
dc.description.abstractAging is one of the biggest issues of the XXI century due to its social and economic impact. It is characterized by multiple biological, psychological and social transformations and by the increased risk of development of different pathologies, particularly in the context of institutionalization. Along the years new approaches of care delivery have been created that value the potential of change and development of the elderly. In this context music therapy has been considered a non-pharmacological intervention with positive effects at social, emotional, cognitive, sensory, motor and behavioral level, contributing to the increase of the well being and quality of life of this population. Eight female members from the CNSV Retirement Home with dementia syndrome and/or affective disorders have participated in this study, from which four have received individual intervention and the remaining ones participated at group level. Both at individual and group context, was possible to observe that music therapy had a positive impact on the relationship with the therapist, social interaction, emotional expression and regulation, depression, anxiety, memory and attention. It is possible to conclude that Music Therapy is a long-term intervention with immediate and short-term positive effects at the relational, emotional and cognitive level in the institutionalized elderly population. Despite these conclusions, the need to develop quantitative tools specifically linked to Music Therapy was acknowledged. These tools need to be sensitive to the changes that occur in the music context and complementary to qualitative evaluation approaches.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/pt_PT
dc.subjectMusicoterapia para idosospt_PT
dc.subjectIdosos - Assistência em instituiçõespt_PT
dc.subjectDemência - Tratamentopt_PT
dc.subjectMusicoterapia - Prática profissionalpt_PT
dc.subjectIrmandade do Santíssimo Sacramento da Igreja da Vitória (Lisboa, Portugal). Casa Nossa Senhora da Vitória - Ensino e estudo (Estágio)pt_PT
dc.titleRelação, emoção e cognição : intervenção em musicoterapia com idosos institucionalizadospt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
Appears in Collections:[ULL-IPCE] Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mmt_maria_sa_dissertacao.pdfDissertação896,7 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons