Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11067/4804
Title: Narrativas em acolhimento institucional : a experiência através de adolescentes institucionalizadas
Other Titles: Narratives in institutional hosting : the experience through institutionalized adolescents
Author: Araujo, Erika B.
Gonçalves, Sílvia M. M.
Keywords: Adolescentes - Assistência em Instituições - Brasil
Issue Date: 2018
Abstract: Entrar na adolescência quer dizer embarcar em uma fase de mudanças físicas e psicológicas significativas, conforme citam Aberastury e Knobel (2011). A adolescência, então, pode ser entendida como uma fase de reorganização, onde todo o equilíbrio, ora conquistado na infância, dará lugar ao processo de conquista de identidade nesta nova fase. E o adolescente em contexto de acolhimento institucional? Em situação de vulnerabilidade, o acolhimento institucional de crianças e adolescentes é uma medida protetiva importante na rede de proteção à infância e adolescência, demandando expressiva atenção. O campo da adolescência para o adolescente em acolhimento institucional poderá ser reorganizado, uma vez que estará tutelado pelo Estado em uma instituição, o que poderá implicar viver de acordo com a cultura existente e com seus pares que vivenciam também a fase de transformação. E entrar nesta fase seria lidar também com os conflitos de outros adolescentes que possuem identidades, vivências e culturas diferentes. Mergulhar no universo das instituições de acolhimento significa se deparar com a realidade de aprendizagens práticas, e intensas, sobre como o adolescente se percebe neste contexto. De acordo com Negrão e Constantino (2011), é preciso ouvir o que as vivências do adolescente em situação de acolhimento institucional produzem em nível individual e coletivo. Neste trabalho são apresentadas as experiências do viver institucionalizado através das narrativas de adolescentes, durante o desenvolvimento de pesquisa realizada em Unidade de Acolhimento no município de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, com o intuito de compartilhar as realidades e refletir acerca do tema.
Entering adolescence means embarking on a phase of significant physical and psychological changes, as Aberastury and Knobel (2011) cite. Adolescence, then, can be understood as a phase of reorganization, where all the balance, now achieved in childhood, will give way to the process of conquest of identity in this new phase. And the adolescent in an institutional reception context? In a situation of vulnerability, the institutional reception of children and adolescents is an important protective measure in the network of protection for children and adolescents, demanding significant attention. The field of adolescence for the adolescent in institutional reception can be reorganized, since it will be protected by the State in an institution, which may imply living according to the existing culture and with its peers who also experience the transformation phase. And entering this phase would also deal with the conflicts of other adolescents who have different identities, experiences and cultures. Immerse yourself in the universe of host institutions means to face the reality of practical and intense learning about how the teenager perceives himself in this context. According to Negrão and Constantino (2011), it is necessary to listen to what the experiences of the adolescent in an institutional reception situation produce at the individual and collective level. In this work the experiences of the institutionalized living through the narratives of adolescents are presented during the research conducted in the Reception Unit in the municipality of Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, in order to share the realities and reflect on the theme.
Description: Revista de psicologia da criança e do adolescente. - ISSN 1647-4120. - V. 9, n. 2 (2018). - p. 203-211
URI: http://hdl.handle.net/11067/4804
Document Type: Article
Appears in Collections:[ULL-IPCE] RPCA, v. 09, n. 2 (2018)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
rpca_v9_n2_2018_15.pdf290,71 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons