Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11067/4636
Title: Perturbações do neurodesenvolvimento e inclusão : contributos de um estudo de caso
Other Titles: Neurodevelopmental disorders and inclusion : contributions of a case study
Author: Rodrigues, José Fernando
Felizardo, Sara
Ribeiro, Esperança
Keywords: Distúrbios de desenvolvimento
Inclusão na educação
Issue Date: 2017
Abstract: A conceção de escola inclusiva remete-nos para o primado da igualdade de oportunidades educativas e sociais, garantida a todos os alunos, incluindo os que evidenciam um desenvolvimento atípico. O presente estudo tem como objetivo geral de estudo: aferir o nível de inclusão de uma aluna com a Síndrome de CHARGE na comunidade escolar que frequenta. Tendo em consideração que esta problemática está associada a um conjunto de incapacidades sensoriais, músculo-esqueléticas, intelectuais e do sistema urinário, pretende-se perceber o impacto na sua atividade e participação e, por conseguinte, ao nível da inclusão escolar e social. O trabalho empírico seguiu uma metodologia de caráter qualitativo, mais especificamente, o estudo de caso, de sujeito único. A seleção dos participantes foi intencional e de conveniência. A criança em estudo tem 12 anos de idade, apresenta Síndrome de CHARGE e frequenta o 5.º ano de escolaridade numa escola de ensino regular, no caso, uma instituição particular com contrato de associação, da região centro de Portugal. Também participaram na investigação intervenientes no processo educativo da criança, a saber: a mãe, a diretora de turma, a professora de educação especial e os colegas da turma. A recolha de dados foi efetuada através de entrevistas semiestruturadas, observações naturalistas, teste sociométrico e análise documental. Os resultados revelam que a criança está incluída nos contextos escolar e familiar, na medida em que apresenta níveis interessantes de participação, bem-estar emocional e interações sociais, especialmente com os adultos. Além disso, registamos o papel central da família no processo de inclusão da aluna, bem como uma adequada rede de suporte social. Foram identificados facilitadores (características da criança, envolvimento da família e dos professores, estratégias educativas inclusivas) e constrangimentos (escassez de recursos e dificuldades relacionadas com os problemas de saúde da criança).
The inclusive school concept takes us back to the primacy of equality of educational and social opportunities, guaranteed to all students, including those who show atypical development. The purpose of this study is to assess the level of inclusion of a student with CHARGE Syndrome in the school community who attends. Given that this problem is associated with a set of sensory disabilities, skeletal muscle, intellectual and urinary system, we intend to understand the impact on their activity and participation and, therefore, the level of educational and social inclusion. The empirical work followed a qualitative methodology, specifically, the case study of one subject. The selection of participants was intentional and convenience. The child in the study is 12 years old, has CHARGE Syndrome and attends the 5th grade in a mainstream school, in this case, a private institution with the contract of association, of the central region of Portugal. Also participated in the research involved in education of the child, namely: the mother, the group’s director, special education teacher and classmates. Data collection was conducted through semi-structured interviews, naturalistic observation, sociometric test and document analysis. The results show that the child is included in the school and family contexts, in that it presents interesting levels of participation, emotional well-being and social interactions, especially with adults. In addition, we note the central role of the family in the inclusion of student process and an adequate network of social support. Facilitators have been identified (child characteristics, family involvement and teachers, inclusive educational strategies) and constraints (lack of resources and difficulties related to the child’s health problems).
Description: Revista de psicologia da criança e do adolescente. - ISSN 1647-4120. - V. 8, n. 2 (Julho-Dezembro 2017). - p. 157-167
URI: http://hdl.handle.net/11067/4636
Document Type: Article
Appears in Collections:[ULL-IPCE] RPCA, v. 08, n. 2 (Julho-Dezembro 2017)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
rpca_v8_n2_2017_10.pdf287,44 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.