Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11067/4460
Title: Vinculação e bem-estar subjectivo em adolescente
Author: Moreira, Maria Alzira Viana
Advisor: Oliveira, Joana Serra de
Keywords: Psicologia
Psicologia clínica
Bem-estar - Aspectos psicológicos
Avaliação psicológica
Teste Psicológico - Escala breve de satisfação com a vida (EBVS)
Teste Psicológico - Escala breve de saúde mental (KIDSCREEN 10)
Teste Psicológico - Inventory of Parent and Peer Attachment (IPPA)
Teste Psicológico - Questionário de Vinculação ao Pai e à Mãe (QVPM)
Testes Psicológicos - Escala de afecto positivo e afecto negativo - PANAS|Escala de satisfação com a vida - SWLS
Issue Date: 2018
Abstract: Resumo: A vinculação tem vindo a ser reconhecida na comunidade científica como uma perspetiva de desenvolvimento muito importante para a compreensão do ciclo da vida. Assim, o objetivo da investigação foi o de aferir se existe relação entre vinculação dos adolescentes com o Bem- Estar Subjetivo. O presente estudo explorou a relação entre a vinculação e o bem-estar subjetivo dos adolescentes. Foi estudada uma amostra não probabilística por conveniência, constituída por 350 adolescentes de escolas do ensino secundário de Vila Nova de Gaia e Amarante. Os participantes incluídos neste estudo tinham idades compreendidas entre os 11 e os 18 anos (M=14,88; DP=1,73), sendo 51,4% (n=180) do sexo feminino e 48,6% (n=170) do sexo masculino. Os participantes responderam a um Questionário Sócio-demográfico, Os instrumentos utilizados para avaliar a vinculação foi o Inventory of Parent and Peer Attachment (IPPA) e o Questionário de Vinculação ao Pai e à Mãe (QVPM). No Bem-Estar Subjetivo foram avaliadas as diferentes componentes: qualidade de vida (KIDSCREEN 10), escala breve de satisfação com a vida (EBSV), escala breve de satisfação com o suporte social (ESSS) e tonalidade emocional (PANAS). O tipo de estudo a realizar foi segundo a terminologia de Montéro & Léon (2007), do tipo Ex Pós Facto, prospetivo, e a análise estatística foi uma análise correlacional de Spearman, teste de normalidade de Kolmogorov-Smirnov e de Mann-Whitney, efetuada com o programa Statistical Package For The Social Sciences (SPSS), versão 23. Os resultados indicaram que o bem-estar se associa positivamente com a vinculação dos adolescentes. Constatou-se ainda, a existência de diferenças estatisticamente significativas entre os dois sexos, observando-se que os adolescentes do sexo masculino obteve valores mais elevados de Bem-estar que o género feminino.
Abstract: Attachment has been recognized in the scientific community as a very important development perspective for the understanding of the life cycle. Thus, the objective of the research was to assess whether there is a relationship between adolescents' attachment to the Subjective Well-Being. The present study explored the relationship between attachment and subjective well-being of adolescents. A non-probabilistic sample was studied for convenience, consisting of 350 adolescents from secondary schools in Vila Nova de Gaia and Amarante. The participants included in this study had ages ranging from 11 to 18 (M = 14.88; SD = 1.73), 51.4% (n = 180) females and 48.6% (n = 170) of the male sex. Participants responded to a Socio-demographic Questionnaire. The instruments used to assess attachment were the Inventory of Parent and Peer Attachment (IPPA) and the Parenting and Mother Relationship Questionnaire (QVPM). In Subjective Well-Being, the different components were evaluated: quality of life (KIDSCREEN 10), brief life satisfaction scale (BSSV), brief satisfaction scale with social support (ESSS) and emotional tone (PANAS). The type of study to be performed was according to the terminology of Montéro & Léon (2007), Ex Post Fact type, prospective, and the statistical analysis was a correlation analysis of Spearman, Kolmogorov-Smirnov normality test and Mann-Whitney, performed with the Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), version 23. The results indicated that well-being was positively associated with the attachment of adolescents. It was also verified the existence of statistically significant differences between the two sexes, observing that the masculine gender obtained higher values of Well-being than the feminin gender.
Description: Exame público realizado em 26 de fevereiro de 2019, às 15H00
Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica
URI: http://hdl.handle.net/11067/4460
Document Type: Master Thesis
Appears in Collections:[ULP-IPCE] Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação de mestrado.pdf
  Restricted Access
Dissertação de mestrado1,58 MBAdobe PDFView/Open Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.