Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11067/4243
Title: Comunicação e interacção social : o estatuto da subjectividade na acção social
Author: Coutinho, Maria de Sousa Pereira, 1936-
Keywords: Comunicação - Filosofia
Serviço social - Filosofia
Issue Date: 2008
Abstract: A questão do lugar concedido ao sujeito nas Instituições sociais apresenta- se, hoje, como fundamental, quer em relação aos utilizadores, quer em relação aos profissionais. Tendo como objectivo não a produção de bens materiais, pertença das empresas, mas a prestação de serviços as pessoas, o funcionamento das Instituições sociais depende, fundamentalmente, da natureza da relação existente entre os vários sujeitos que as habitam ou nelas exercem a sua acção. A análise das Instituições sociais não pode, portanto, reduzir-se a sua dimensão estrutural (estatutos jurídicos, fontes de financiamento, gestão e controlo financeiro), mas tem de ter em conta, também, a dimensão relacional nela existente. De facto, e porque o projecto das Instituições sociais aposta não na instrumentalização mas na humanização e se centra, prioritariamente, não nos métodos, mas nas pessoas, que leva a poder falar-se, ai, em "serviço social". Neste sentido, e porque o homem pode ser definido como ser social em virtude da sua capacidade de comunicação, esta desempenha um papel fundamental nas práticas da acção comunitária e na vida associativa dos grupos comunitários.
Description: Intervenção social. - ISSN 0874-1611. - N. 32-34 (2008). - p. 55-71
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11067/4243
Document Type: Article
Appears in Collections:[ULL-ISSSL] IS, n. 32-34 (2008)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
is_32_34_2008_5.pdfTexto integral6,45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons