Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11067/4182
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBranco, Francisco José do Nascimento, 1952--
dc.date.accessioned2018-08-14T14:40:26Z-
dc.date.available2018-08-14T14:40:26Z-
dc.date.issued2003-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11067/4182-
dc.descriptionIntervenção social. - ISSN 0874-1611. - N. 27 ( 2003). - p. 121-143pt_PT
dc.description.abstractEste artigo privilegia a questão da construção multicultural da igualdade e da diferença elegendo como caso exemplar da problemática, pós-moderna da compatibilização dos direitos sociais e dos direitos culturais, a administração do Rendimento Mínimo Garantido em Portugal à população de etnia cigana. A tese defendida é a de que o universalismo antidiferencialista que caracteriza a gestão das políticas sociais do Welfare State se constitui como um obstáculo à compreensão das práticas sociais dos beneficiários do RMG de etnia cigana fundadas, essencialmente, numa dinâmica de resistência cultural.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/pt_PT
dc.subjectCiganos - Portugal - Condições sociaispt_PT
dc.subjectRendimento mínimo garantido - Portugalpt_PT
dc.subjectDireitos sociais - Portugalpt_PT
dc.titleOs ciganos e o RMG : direitos sociais e direito à diferençapt_PT
dc.typearticlept_PT
dc.peerreviewednopt_PT
Appears in Collections:[ULL-ISSSL] IS, n. 27 (2003)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
is_27_2003_6.pdfTexto integral12,37 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons