Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/3473
Título: Avaliação económica do modelo de contratação dos cuidados respiratórios domiciliários
Autor: Calçada, Leana Josete Ribeiro
Orientador: Laranjeira, Érika Ferreira
Palavras-chave: Economia
Dinâmica da economia
Economia na saúde
Modelos económicos
Contratação pública
Cuidados Respiratórios Domiciliários
Data: 28-Jul-2017
Resumo: Já há muito que os Cuidados Respiratórios Domiciliários (CRD) têm-se apresentado como sendo uma solução eficaz e confortável para as necessidades de saúde de doentes com patologias respiratórias que requerem maiores cuidados. A questão é como fornecer um nível adequado de cuidados com custo-efetividade considerando a comparticipação por estes cuidados de saúde e a sustentabilidade dos prestadores. Tendo o envelhecimento da população e a crescente prevalência de doenças respiratórias em mente, é necessário encontrar soluções sustentáveis para proporcionar cuidados adequados aos doentes crónicos respiratórios. O objetivo deste estudo consiste em avaliar se o modelo atual dos CRD em Portugal é implementado pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) de forma efetiva e ainda avaliar se existem modelos econômicos alternativos que apresentam maior efetividade. Entende-se por efetividade a relação de equilíbrio entre a Despesa Publica e a sustentabilidade das empresas fornecedoras tendo um elevado nível de qualidade de serviço aos doentes em consideração. Para além de considerar indicadores sociodemográficos para confirmar o contexto, avaliaram-se as teorias econômicas de John Keynes e Milton Friedman, a Economia Pública e a teoria económica do Monetarismo no que se refere ao papel do Estado nas despesas de saúde, neste caso, para os CRD. As teorias da oferta e procura de John Keynes foram utilizadas para compreender a reação dos jogadores perante alterações nos níveis de preços. Uma análise complementar sobre as curvas de custos ajudou a chegar a uma conclusão teórica sobre o nível de preços e da sustentabilidade. A aplicação da teoria dos jogos de John Nash no contexto dos CRD e a criação de uma matriz sobre prováveis ganhos (pay-offs) para os modelos econômicos atuais e alternativos para os CRD em Portugal foram utilizados para testar se o atual modelo econômico baseado num mercado aberto é o mais adequado para todos os jogadores ou se possíveis modelos económicos alternativos seriam mais favoráveis. Estas abordagens e avaliações levaram a uma conclusão teórica de que o atual modelo económico de um mercado aberto, assente na comparticipação pública é aquele que proporciona resultados ótimos para todos os jogadores no que se refere à poupança das despesas de saúde pública, à sustentabilidade dos prestadores e à satisfação dos doentes. Estas conclusões são importantes para confirmar que o modelo económico atual é o mais custo-efetivo. Acrescenta-se que estas conclusões podem tornar-se mais relevantes com o acesso a indicadores financeiros. Outras necessidades também foram identificadas, tais com a otimização de tecnologia. A conclusão mais importante é que a Saúde Pública assente num modelo de mercado aberto é a mais eficaz quando se consideram a poupança de despesas de saúde, a sustentabilidade empresarial e a satisfação dos doentes.
Abstract: Home Healthcare (HHC) for Respiratory patients has been looked at as an effective and comfortable solution for healthcare needs for some time now. The question is how to provide an adequate level of care with cost effectiveness when considering healthcare reimbursement and providers’ sustainability. Considering an aging population and growing prevalence in respiratory disease, sustainable solutions must be found in order to provide appropriate care for those who suffer from respiratory chronic disease. The objective of this study is to understand whether HHC for Respiratory patients in Portugal is provided for effectively by the National Health System and whether there are alternative economic models. When discussing effectiveness the point is to evaluate if the present economic model for HHC meets the challenge of finding balance between Health expenditure and sustainability for providers taking high quality levels of service to patients into mind. Besides approaching socio-demographic figures to confirm context, an evaluation on John Keynes and Milton Friedmans economic theories regarding government expenditure and monetarist economics in relation to the role of the government in health expenditure, in this case, for HHC, an approach on Keynes ´s theories of supply and demand were used to understand how players react when price levels change. A complementary analysis on Cost curves helped reach a theoretical conclusion on price level and sustainability. Applying John Nash’s theory of games to the HHC context and creating a matrix on probable Pay offs for the present and alternative economic models for HHC in Portugal were used to test whether the present economic model of an open market is the most adequate for all players or whether possible alternative economic models would be more favorable. These approaches and evaluations led to a theoretical conclusion that the present economic market of an open market strongly based on government health expenditure is that which delivers optimum results for all players regarding public health expenditure savings, providers’ sustainability and utility satisfaction for patients. These conclusions are important to confirm that the present economic model is the most cost effective. These conclusions can become more relevant with access to financial figures. Other necessities were also identified such as technology optimization. The most important conclusion is that Public Health under an open market model is the most effective when regarding health expenditure saving, business sustainability and patients’ satisfaction.
Descrição: Dissertação de mestrado em Economia.
Exame público realizado em 17 de Maio de 2017.
URI: http://hdl.handle.net/11067/3473
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FCEE] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdf
  Restricted Access
1,74 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.