Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/3445
Título: Arquitectura do vinho : Adega Cooperativa de Chaves
Autor: Ferreira, Nelson Joaquim de Jesus
Orientador: Oliveira, António Manuel da Costa
Palavras-chave: Arquitectura
Arquitectura e turismo
Enoturismo
Edifícios de armazenamento
Adega
Adega vinícola
Chaves
Nos últimos anos a arquitetura, aliada à produção vitivinícola, tem sido constante objeto de renovação e transformação. Existem, já, diversas referências relacionadas com a intervenção de autores consagrados, tanto no panorama nacional como no internacional, associados ao universo da arquitetura contemporânea. É a necessidade de reestruturação e adaptação às novas tecnologias de produção, de divulgação da marca, da aposta no Enoturismo, que tem impulsionado a procura de arquitetos mediáticos. Quando se considera a criação de novos edifícios ou renovação de equipamentos existentes, associados a uma marca, e inseridos num determinado contexto, é fundamental ter como base na conceção do objeto arquitetónico os valores patrirnoniais, a capacidade de entender o que se deverá manter ou o que possui capacidade de manutenção pela sua qualidade arquitetónica ou pelo seu valor associado à marca. Há que considerar a sua autoria, a época em que a estrutura foi construída e, também, a sua capacidade de adaptação tecnológica, sendo estes tipos de valências que, surgindo sob diferentes prismas, vão definir a filosofia da intervenção. O cooperativismo é de uma enorme pertinência na relação com os agricultores da região, assim como o desempenho destes para a laboração qualitativa do produto, e consequente contribuição económica. Na análise e compreensão das referências nacionais e internacionais, serão tidos em consideração diversos pontos fundamentais, como a reflexão histórica desde os primórdios, em que alguns dos casos vão primar pela produção artesanal como algo exclusivo, enquanto outros casos vão assentar na produção massiva, associada à exportação e à adaptação polivalente das várias vertentes do mercado, tal como a exploração turística, o alojamento, a restauração, o Enoturismo, num compromisso entre a sustentabilidade e os valores apelativos para a região.
Data: 21-Jul-2017
Resumo: Nos últimos anos a arquitetura, aliada à produção vitivinícola, tem sido constante objeto de renovação e transformação. Existem, já, diversas referências relacionadas com a intervenção de autores consagrados, tanto no panorama nacional como no internacional, associados ao universo da arquitetura contemporânea. É a necessidade de reestruturação e adaptação às novas tecnologias de produção, de divulgação da marca, da aposta no Enoturismo, que tem impulsionado a procura de arquitetos mediáticos. Quando se considera a criação de novos edifícios ou renovação de equipamentos existentes, associados a uma marca, e inseridos num determinado contexto, é fundamental ter como base na conceção do objeto arquitetónico os valores patrirnoniais, a capacidade de entender o que se deverá manter ou o que possui capacidade de manutenção pela sua qualidade arquitetónica ou pelo seu valor associado à marca. Há que considerar a sua autoria, a época em que a estrutura foi construída e, também, a sua capacidade de adaptação tecnológica, sendo estes tipos de valências que, surgindo sob diferentes prismas, vão definir a filosofia da intervenção. O cooperativismo é de uma enorme pertinência na relação com os agricultores da região, assim como o desempenho destes para a laboração qualitativa do produto, e consequente contribuição económica. Na análise e compreensão das referências nacionais e internacionais, serão tidos em consideração diversos pontos fundamentais, como a reflexão histórica desde os primórdios, em que alguns dos casos vão primar pela produção artesanal como algo exclusivo, enquanto outros casos vão assentar na produção massiva, associada à exportação e à adaptação polivalente das várias vertentes do mercado, tal como a exploração turística, o alojamento, a restauração, o Enoturismo, num compromisso entre a sustentabilidade e os valores apelativos para a região.
In the Iast years, architecture allied with the wine making, has been the object of constant renewal and transformation. There are already several references related to the intervention of acclairned authors, both in the national and international level, associated with the world of conternporary architecture. It’s the need to restructuration and adapt to new technoiogies of production, of branding, on Wine Tourisrn bet, which has driven the demand for rnediatic architects. When considering the new buildings creation or the renovating of existing equiprnents associated with a brand, and inserted in a given context, it is crucial have as base the architectonic object conception the heritage values, the ability to understand what will be maintain or own maintaining capability its quality or its architectural value associated with the brand. Consideration should be given to its authorship, the time when the structure was built, and also its ability to adapt technology, being these kinds of skills that arise from different angles that will define the philosophy of intervention. Cooperativism is a huge relevance in relation to local famers, as well as their performance for working quality of the product, and consequent economic contribution. On the analysis and understanding of national and international references, will be taken into account several key points, such as historical reflection from the beginning, in some cases will strive for craft production, as something exclusive while, other cases will be based on massive production, associated with various aspects of multipurpose export market as a tourist operation, accommodation, catering, wine tourism. On a commitrnent between sustainability and the appearing values to the region.
Descrição: Dissertação de mestrado em Arquitectura.
Exame público realizado em
URI: http://hdl.handle.net/11067/3445
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdf
  Restricted Access
10,96 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.