Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/3444
Título: Arquitectura do vinho : requalificação de uma Adega em Melgaço
Autor: Machado, Ana Cláudia Gonçalves
Orientador: Malheiro, Davide Miguel Guimarães
Palavras-chave: Arquitectura
Arquitectura e turismo
Enoturismo
Edifícios de armazenamento
Adega
Melgaço
Arquitectura vernacular
Reabilitação de edifício
Adegas vinícolas
Património arquitectónico
Data: 21-Jul-2017
Resumo: região de Melgaço, no distrito de Viana do Castelo, é um dos locais onde a cultura ancestral do vinho está implantada e espelhada e onde encontramos alguns dos mais famosos vinhos verdes do nosso país, o vinho Alvarinho, ex-líbris desta região. Apesar disso, é uma região onde a evolução da cultura vinícola não é evidente, já que se continua a produzir este néctar na sua forma mais tradicional. Assim, sentimos que havia necessidade de alterar este estado de coisas, pois o crescente interesse mundial pelo sector da actividade vinícola, aliado à constante evolução das suas técnicas e infra-estruturas, fez com que o enoturismo ganhasse importância, atraindo investimento, abrindo novas portas e fixando novos horizontes para as adegas existentes um pouco por todo o mundo. Por isso, torna-se cada vez mais oportuno pensar a arquitectura das adegas como elemento de fusão entre produção do vinho e enoturismo. Assim, centrámo-nos na remodelação e requalificação de uma das adegas da região melgacense e fundimos esses dois conceitos de forma a ganhar uma nova imagem e relevância, mas sem perder o seu enquadramento paisagístico e ambiental. Tivemos também em conta que a cultura do vinho foi, desde tempos imemoriais, um tema recorrente da vida humana, pois Egípcios, Fenícios e Romanos, entre outros, ajudaram a desenvolver e a criar comércio com esta arte, deixando-nos técnicas de produção e armazenamento que se encontram presentes, ainda nos dias de hoje, nas nossas adegas. Além disso, é preciso também não esquecer que esta é uma actividade que, na região de Melgaço, adquire uma enorme importância quer económica, quer culturalmente, pois é o seu sustento, a paixão e a vida. Assim, foram analisadas, tanto a nível nacional como internacional, adegas antigas de referência, bem como adegas contemporâneas. Verificou-se, então, que a implantação, o programa, a materialidade e a ligação com a paisagem eram alguns dos elementos de maior relevância para o desenvolvimento do nosso projecto pelo aperfeiçoamento que proporcionaram às infra-estruturas específicas relativas a este tema. Como tal, todos os espaços criados na adega obedecem a uma lógica de articulação e harmonia entre si, e também às técnicas de construção que permitem uma melhor produção, armazenamento e qualidade do vinho e estabelece-se o conceito de enoturismo ao mesmo tempo que se fomenta o desenvolvimento económico da região e se procura que outros proprietários invistam no mesmo conceito.
Abstract: The region Melgaço in the district of Viana do Castelo, is one of the places where the ancient culture of wine is deployed and spread, and where we find some of the most famous green wines of our country, the Albariño wine, bookplates this region. Nevertheless, it is a region where the evolution of the wine culture is not evident, as it continues to produce this nectar in the traditional manner. Thus, we felt that there was need to change this state of affairs, because the growing worldwide interest in the sector of wine, together with the constant evolution of its technical and infrastructure, made the wine tourism gain importance, attracting investment, opening new doors and setting new horizons for existing wineries all over the world. Therefore, it becomes increasingly more time to think about the architecture of the wineries as an element of fusion between wine production and wine tourism. Thus, we focused on the refurbishment and redevelopment of one of the region’s wineries Melgacense and merge these two concepts in order to gain a new image and relevance, but without losing its landscape and environment. We also note that the culture of wine was from time immemorial, a recurring theme of human life, as Egyptians, Phoenicians and Romans, among others, helped to create and develop trade with this au, leaving us production techniques and storage which are present even today, in our cellars. Furthermore, one must also not forget that this is au activity that, in the region of Melgaço acquires tremendous importance in both economic and cultural, as it is their livehhood passion and life. So, were analyzed, both nationaliy and internationally, ancient cellars reference and contemporary wineries. It was then that the implementation, the program, materiality and the connection wïth the landscape were some of the elements of greatest relevance to the development of our project for improvement that provided infrastructure speciflc to this topic. As such, all the spaces created in the cellar obey a logic of articulation and harmony among themselves, and also construction techniques that allow better production, storage and quality of wine and establishes the concept of wine tourism at the same time it fosters economic development in the region and if you want other owners to invest in the same concept.
Descrição: Dissertação de mestrado em Arquitectura.
Exame público realizado em
URI: http://hdl.handle.net/11067/3444
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdf
  Restricted Access
10,11 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.