Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/343
Título: Desenvolvimento do sistema de suporte informático para aplicação do modelo SCOR à industria metalomecânica : estudo de caso
Autor: Ferreira, Simão Curval
Orientador: Silva, Ângela Maria Esteves da
Silva, Rui Gabriel Araújo de Azevedo
Palavras-chave: Competitividade industrial
Controlo de processos
Logística
Data: 13-Set-2013
Resumo: Longe vão os tempos em que o ambiente empresarial tanto em Portugal como em todo o mundo obedecia a uma “regra” de crescimento contínuo e linear. A indústria tinha explodido com a introdução de ferramentas e automatismos mecânicos e depois com a utilização de tecnologias aplicadas à electrónica e inteligência artificial, correndo tudo a favor das empresas. Com uma série de crises mundiais e o estagnar da evolução tecnológica, as empresas não só em Portugal mas também um pouco por todo o mundo tiveram que encontrar ferramentas e metodologias para se diferenciar das demais, estando sempre na “linha da frente”. Investimentos em máquinas extremamente robotizadas e programáveis de um passado recente estão a ser substituídos por optimizações de processos tendo sempre como visão a redução de custos. Estas maquinas completamente evoluídas entraram em fase de estagnação e estão a deixar de ser elementos diferenciadores pelo simples facto de toda a tecnologia estar nos dias de hoje acessível a todos. Desta forma, sem muito por onde “esticar” em maquinarias inovadoras, as empresas começaram a acreditar noutro tipo de metodologias. Nos dias de hoje, não chega ser o melhor no menor espaço de tempo. Nos dias de hoje, é necessário ser o melhor, no menor espaço de tempo, com o menor custo, melhorando sempre progressivamente. Para este tipo de metodologia, as inovações tecnológicas ao nível de maquinaria não chegam. Há uns vinte anos atrás talvez fosse suficiente, mas não no presente. Hoje em dia, e enquadrando um mercado extremamente agressivo, as empresas têm de ser cada vez mais competitivas sem nunca se acomodar com a situação. Para os tempos atuais, não é suficiente para as empresas ter em conta apenas os seus processos, tem-se tornado cada vez mais um factor crítico de sucesso existir uma análise dos processos dos clientes, dos clientes dos clientes, dos fornecedores, dos fornecedores dos fornecedores, etc. Ou seja, tornou-se indispensável uma análise dos negócios desde a fonte até ao final, desde a primeira operação que é feita num qualquer componente dum produto até ao cliente final. Neste contexto, as empresas começaram a olhar para a logística como uma forma de diferenciação e de se tornarem mais competitivas, mas de uma forma bastante significativa. Tendo como objecto de estudo a logística como um todo, todos estes processos são analisados, interligados e optimizados, olhando para os processos de todas as empresas que participam da criaçãode um determinado produto como um todo. Desta forma os clientes e os fornecedores transformam-se em parceiros de negócio, o que torna os processos mais “abertos” e mais preparados para serem optimizados. Assim são reduzidos ao máximo os desperdícios internos das empresas mas também os externos, assim como os desperdícios de interligação entre parceiros de negócios. Estando esta área em desenvolvimento, foram surgindo vários modelos de referência para a interligação e optimização dos processos entre os parceiros de negócios. Um deles foi o modelo SCOR (“Supply Chain Operations Reference Model”). A presente dissertação enquadra-se assim na logística para efetuar um estudo sobre os seus modelos de referência para posteriormente aplicar o modelo SCOR à indústria metalomecânica, mais concretamente a empresa Curval Metalworks. Nesta aplicação são descritos, explicados e exemplificados os vários níveis do modelo SCOR. É ainda sugerido e aplicado um sistema informático tendo em vista a gestão e controle do referido modelo na indústria em questão
Gone are the days when the business environment in Portugal and around the world followed a "rule" of continuous and linear growth. The industry had exploded with the introduction of mechanical tools and automatism and then with the use of technology applied to electronic and artificial intelligence, all turning in favor of the companies. With a series of global crises and the stagnation of technological evolution, companies not only in Portugal but also all over the world had to find tools and methodologies to differentiate themselves from others, being always in the "front line". Investments in extremely robotic and highly programmable machinery of a recent past are being replaced by process optimizations, always with the goal of costs reduction. These highly evolved machines entered into plateau and are no longer differentiators, for the simple fact that all the technology today is completely accessible to everyone. Thus, without much room to "stretch" in groundbreaking machinery, companies began to believe in another kind of methodology. Nowadays, is not enough to be the best in the shortest time. These days, you must be the best, in the shortest time, with the lowest cost, always improving progressively. For this sort of methodology, technological innovations only in terms of machinery are not enough. Twenty years ago, it might have been enough, but not now. Today, and framing a very aggressive market, companies must be increasingly competitive and never settle for any situation. In current times, is not enough for companies to take into account only their processes, it has become an increasingly critical success factor the existence of an analysis of the customers processes, the customers' customers, suppliers, suppliers of suppliers, and so on. In other words, it has become indispensable to have a business analysis from the source to the end, from the first operation that is done in any of the product components to the final customer. In this context, companies began to look at logistics as a means of differentiation and as a mean of becoming more competitive, in a fairly significant way. Having logistics as a whole as an object of study, all these processes are analyzed, optimized and linked together, looking at the processes of all companies participating in the creation of a particular product as a whole. This way, customers and suppliers become business partners, which makes the processes more "open" and more prepared to be optimized. This way, not only the company’s internal and external wastes suffer a maximum reduction, but also the wastes of interconnection between business partners. Being this an area in development, there have appeared several reference models for linking and optimization of processes between business partners. One was the SCOR model (Supply Chain Operations Reference Model). This essay fits into the logistics to perform a study of its reference models to subsequently apply the SCOR model to the metalworking industry, more specifically to Curval Metalworks company. In this model application are described, explained and illustrated the various levels of the SCOR model. It is also suggested and implemented a computer system for the purpose of management and control of that model in that particular industry.
Descrição: Mestrado em Engenharia e Gestão Industrial
Exame público realizado em 1 de Março de 2012
URI: http://hdl.handle.net/11067/343
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULF-FET] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
megi_simao_ferreira_dissertacao.pdfDissertação3,96 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.