Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/3341
Título: Espaços públicos : refuncionalizar para humanizar : a desertificação dos espaços públicos
Autor: Pinheiro, Miguel Rodrigues
Orientador: Alves, Francisco Peixoto
Palavras-chave: Arquitectura
Espaços Públicos
Planeamento
Data: 31-Mai-2017
Resumo: Partindo do estudo das cidades contemporâneas, das suas mutações e desenvolvimento, tentamos compreender qual o papel e a importância dos espaços públicos dentro das mesmas, para consequentemente propor o seu redesenho e humanização. As principais mutações da cidade são referenciadas, uma vez que estas representam a principal origem da desertificação dos espaços públicos que, por conseguinte, põe em causa a sua forma e função. A questão da humanização surge com a necessidade de criar uma nova envolvência do indivíduo com o espaço urbano, de modo a dotar as vivências actuais de um sentido espacial, perdido até então. Assim sendo, pretende-se reafirmar a escala do homem quer nos espaços públicos, quer na própria cidade. A importância deste tipo de pesquisa, no entendimento arquitectónico e social, procura esclarecer a verdadeira função e identidade dos espaços públicos. Contradizendo a ideia que estes possam ser apenas meros instrumentos da deslocação, dotando-os de características de lugar. O processo do redesenho dos usos estará assente no conceito de criatividade. Com base no estudo elaborado é desenvolvido um caso prático, na cidade de Amarante, onde propomos a refuncionalização do parque florestal da cidade.
The analysis of urban planning studies of contemporary cities revealed the role and importance that public spaces inhabit. From an overview of all the mutations and developments that these cities experienced it was possible to suggest its redesign and revitalise it. The most relevant mutations are annotated, as these have been found to be responsible for triggering the desertification of public spaces and, therefore, the loss of their organization and function. In order to revitalize these cities it is here proposed that the relationship between men and the urban space needs to be re-established. Consequently the, human scale is reintroduced to public spaces and in a larger scale the city. In the architectural and social context this process aims at clarifying the true function and identity of public space. By contradicting the idea that public space is a mere tool of mobility it is possible to infuse it with sense of place. This is achieved by focusing our process in the concept of creativity. Using the knowledge acquired from this analysis a practical case was developed that treats the city of Amarante; in particular the repurposing of its public forest park.
Descrição: Dissertação de mestrado em Arquitectura.
Exame público realizado em 10 de Maio de 2017, às 17h00.
URI: http://hdl.handle.net/11067/3341
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao de mestrado.pdfDissertação de mestrado36,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.