Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/3132
Título: Arquitectura e dança : casa de dança no Porto
Autor: Queirós, Ana Teresa da Silveira
Orientador: Infante, Sérgio José Castanheira
Rapagão, João Paulo Menezes Dias Pereira
Palavras-chave: Arquitectura
Arquitectura e dança
Espaço
Movimento
Linguagem
Corpo
Data: 4-Abr-2017
Resumo: O seguinte trabalho tem a intenção de transportar para uma dimensão diferente, a dimensão da Arquitectura e da Dança. Assim, tendo como ponto de partida o espaço, dependendo do mesmo para se manifestarem, desenvolvem o seu percurso. Tem como objectivo estabelecer os pontos de encontro entre as duas artes que se tornam mais claros através da sua exploração num caso de estudo, uma Casa da Dança, materializada na reabilitação da habitação Soares Moreira, no Porto, do arquitecto Marques da Silva. Neste desígnio, partindo-se de projectos de referência e da análise de diferentes estratégias de intervenção, procura dar-se uma resposta, não só á função a que o edifício se propõe, mas também concretizar conceitos cénicos relacionados com o mundo do espectáculo, heterogeneizando as sensações vivenciadas no espaço. Por um lado, através da análise histórica, compreende-se que o espaço, as edificações construídas, para protecção, e os movimentos ritmados, para aquecer o corpo, estão presentes desde a origem do ser humano, acompanhando e retratando toda a sua evolução. Por outro lado, entende-se que as realidades empíricas essenciais, designadamente o espaço, o corpo, o movimento, a linguagem, o peso e a leveza são a forma de traduzir a relação da Arquitectura e da Dança. Note-se que os seres intelectuais da concepção artística, arquitectos e coreógrafos, agem de forma semelhante na medida em que centram o seu estudo no corpo em movimento no espaço, planeiam as suas intenções e influenciam a forma de experienciar o espaço. Em suma, consoante o Homem é influenciado pelo espaço também as artes em estudo o são, uma vez que todos os valores que as caracterizam dependem da sua existência.
The following essay has as major goal the transference to a different reality, the reality ofthe Architecture and the Dance. Realising that everything starts with the space, depending on it to express itself, its path begins. lt aims to establish meeting points between the two arts, which become clearer in a study case, a “Casa da Dança”, which comes real in the rehabilitation of the Soares Moreira house in Oporto from the architect Marques da Silva. Bearing in mind the points of reference and the analysis of different strategies, the aim is innovating, by giving a new meaning to the building’s purpose and to actually get the scenic concepts of the show business, by blending the feelings experienced in the space. On the one hand, through the historic analysis, it’s understandable that the space, the buildings, were built to protect, and the rhythmic movements in order to warm up the body have existed since the beginning of the Mankind and at the same time it accomplished and described all the evolution’s process. On the other hand, it’s possible to value that the main empirical realities, such as the space, the body, the movement , the language, the weight and the lightness make a reliable description of the relation between the Architecture and the Dance. It’s quite important to he aware that the intellectual beings of the artistic conception, architects and choreographers, have similar ways of acting since they have the same focus, the study of the body and the movement in the space and also plan their intentions. At last, these artists strongly infiuence the way of experience the space.
Descrição: Dissertação de mestrado em Arquitectura.
Exame público realizado em 05 de Março de 2014.
URI: http://hdl.handle.net/11067/3132
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdf79,82 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.