Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/3055
Título: Novas políticas urbanas como dinamizadoras de centros históricos e da baixa portuense : o caso da Porto Vivo - SRU
Autor: Pinto, Maria Eduarda dos Santos
Orientador: Alves, Francisco Peixoto
Bastos, Jorge de Novais Telles de Faria Corrêa
Palavras-chave: Fenomenologia
Reabilitação
Centros Históricos
Data: 24-Mar-2017
Resumo: O presente estudo, sobre novas políticas urbanas como dinamizadoras do centro histórico e da baixa portuense, tem como principal objecto de estudo a Porto-Vivo - Sociedade de Reabilitação Urbana. O principal objectivo é entender como a Porto Vivo, em nove anos de existência, consegue reabilitar, revitalizar e regenerar os tecidos degradados da cidade. Para o efeito, foram apreendidas e apresentadas as velhas políticas urbanas, tendo em conta a história, cultura e planos da cidade, de modo a entender melhor o desenvolvimento e desenho da cidade. Esta compreensão faz com que se entenda o processo de reabilitação no Porto, antes e depois da Porto Vivo. Para a sua maior compreensão, foi crucial estabelecer estas duas premissas entre as velhas e as novas políticas urbanas. O estudo profundo sobre a Porto Vivo, o seu funcionamento, filosofia e modo de actuação foram essenciais para entender os planos delineados hoje na cidade. No âmbito da Porto Vivo, o estudo mais aprofundado sobre o "masterplan" e as áreas de reabilitação urbana, permitiu mostrar a abrangência do plano no Porto. Para mostrar como as dinâmicas da Porto Vivo ajudaram a dinamizar a cidade são explorados projectos em ARU' s como boas práticas de reabilitação e regeneração de tecidos urbanos. A escolha recaiu sobre projectos de arquitectas, pelo seu traçado e sensibilidade que demonstraram nas suas intervenções.
This Project aims to study the new policies behind the dynamization of Oporto Historical Centre, focusing on Porto Vivo – Sociedade de Reabilitação Urbana. The main goal of this Project is to study how Porto Vivo, in 9 years of experience, is capable of rehabilitate and regenerate the degraded tissues of the city. Therefore, the old urban policies were presented, according to the history, culture and plans, in order to improve the knowlegment about the development and the design of the city. This study leads to the compreension of Oporto rehabilitation process, before and after the intervention of Porto Vivo. To accomplish that, it was necessary to establish two assumptions regarding the old and new urban policies. A deep study about Porto Vivo, concerning his activity and filosofy, was crucial to understand the plans currently proposed to the city. A further study about the masterplan and urban rehabilitation areas allowed to show the entire plan of Oporto city. In order to show how Porto Vivo was enable to dynamize the city, projects in ARU’s were considered good practices of rehabilitation and regeneration of degraded urban tissues. The architects projects were chosen considering the sensitivity of their interventions.
Descrição: Mestrado Integrado em Arquitectura
Exame público realizado em 21 de Maio de 2014
Revisão por Pares: no
URI: http://hdl.handle.net/11067/3055
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULF-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
400_mia_maria_pinto_dissertacao.pdf
  Restricted Access
Dissertação8,38 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.