Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/3024
Título: Dos vazios urbanos aos espaços verdes : consequências no desenho e organização das cidades
Autor: Marques, João Miguel de Oliveira Guedes
Orientador: Infante, Sérgio Castanheira
Palavras-chave: Arquitectura
Planeamento Urbano
Desenvolvimento urbano
Planeamento da paisagem
Espaços públicos
Espaços verdes urbanos
Data: 23-Mar-2017
Resumo: A maioria das cidades sempre apresentaram realidades distantes do que se poderia chamar de ideal, ou seja, características intrínsecas ao seu próprio funcionamento são frequentemente negadas ou desprezadas por condicionalismos económicos, falta de vontade política ou por simples acomodação e equívocos históricos de realidades não superadas. Os vazios urbanos surgem como oportunidades únicas para inverter esta situação através da recuperação das falhas funcionais das cidades, integrando estas áreas no tecido urbano, através da criação de espaços verdes de proximidade. Neste caso, o vazio que "constrói" a cidade dá lugar a em "evento", deixando de ser mais um espaço marginal, para simplesmente poder ser apropriado por todos os habitantes que, em horas de desporto, ócio, descontracção, e terapia de redução do stress urbano, o usam através da aproximação do homem com a natureza, reforçando esta ligação e promovendo a sustentabilidade urbana. Este trabalho aborda algumas das possibilidades que os vazios urbanos podem introduzir como uma grande oportunidade, de desenhar as cidades através de espaços verdes de proximidade. Para além destas inter acções e relações, são também abordadas neste trabalho, as alterações no tecido social e económico das populações a para da mudança de hábitos e formas de vida dos utenetes através de exemplos práticos como, a High line de Nova Iorque nos Estados Unidos da América, a reconversão da penitenciária do Carandirú em São Paulo no Brasil para Jardim da Juventude, a praça Nam Van em Macau China, o parque em Joanesburgo na África do Sul e por último os dois exemplos ibéricos com a reconversão da antiga lixeira de Montjuic em Barcelona para construção do Jardim Botânico e a recuperação da zona de Beirolas com a criação do Parque do Tejo e do Trancão em Lisboa.
The majority of the cities had always prsented dsitant realities of what it could be called ideal, that is, intrinsic characteristics to its proper functioning that are frequently denied or rejected by economic conditions, lack of political will or by simple accomodation and historical mistakes of realities not surpassed. The urban emptiness appear as the only opportunities to invert this situation through the recovery of the functional imperfections of the cities being integrating these areas in the urban fabric through the creation of green spaces of proximity in this case, it is the emptiness that constructs the city of the place to an "event", leaving a space delinquent, so it can be simply appropriate for all the inhabitants who in sport hours, leisure, relaxing, and therapy of reduction of urban stress, through the approach of the man with the nature, strengthening this linking and promoting the urban sustability. This work approaches a bit of the possibilities that urban emptiness introduce as a great chance to draw the cities through proximity green spaces. Beyond these inter shares and relations, are also approached the alterations in the social and economic fabric of the populations along the change in the habits and forms of life of the usuaries through practical examples as, the High line of New York in the United States os America, the reconversion of the prison of the Carandirú in São Paulo in Brazil for Garden of Youth, the Nam square Van in Macau China, the Moroka Park in JOanesburgo in the South Africa and finally the two Iberian examples with the reconversion of the old junkyard of Montjuic in Barcelona for construction of the Botanical Garden and the recovery of the zone of beirolas with the creation of the Tejo Park and the Trancão in Lisbon.
Descrição: Dissertação de mestrado em Arquitectura.
Exame público realizado em 17 de Junho de 2008 pelas 17h00.
URI: http://hdl.handle.net/11067/3024
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdf
  Restricted Access
8,94 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.