Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/2939
Título: A experiência sensorial do espaço de habitar e respectiva relação com o espaço idealizado pelo projecto de arquitectura
Autor: Martins, Joana Sousa , 1989-
Orientador: Sequeira, Maria Luisa Alves de Paiva Meneses de, 1966-
Palavras-chave: Sentidos e sensações na arquitectura
Arquitectura - Factores humanos
Arquitectura de habitação
Casa em Albarraque (Sintra, Portugal)
Data: 16-Mar-2017
Resumo: A presente dissertação centra-se na reflexão crítica e analítica do impacto das sensações que o espaço arquitetónico exerce sobre a percepção do individuo. Esta relação do Homem com a arquitectura canaliza o pensamento poético da concretização do projecto arquitectónico, em todo o seu âmbito sensorial e espacial. Neste contexto, pensar sobre a Casa é a génese da experiência sensorial no seu habitar, questionando a verdadeira essência do espaço e a definição do processo projectual, através dos meios inerentes à nossa existência – os cinco sentidos. O primeiro estímulo para a escolha deste tema prende-se com uma abordagem pessoal, uma viagem a Berlim e a visita ao museu do Holocausto (Daniel Libeskind). Esse momento proporcionou-me um sentimento tão profundo que passados alguns anos, ainda recordo as sensações que experienciei em alguns dos espaços. A sensação de sufoco, de impotência e de pequenez, tiveram tanto impacto que intensificaram para sempre o percurso que fiz na arquitectura. Foi o culminar dessa experiência que tornou a percepção a chave do meu pensamento arquitectónico e, as sensações, a matéria-prima da concepção. A forma como se pensa, se cria e se vive a arquitectura deve emergir no nosso eu mais profundo, na essência das nossas emoções A intensidade com que o espaço se apodera de nós deve ser maior do que a ténue deambulação no seu interior. Querendo com isto dizer, que a nossa existência corpórea, não fará sentido sem que ao habitarmos o espaço, façamos parte integrante dele. A arquitectura é um organismo vivo. Vive e faz sentir. Sentimo-nos nela e vivemo-la em nós.
Descrição: Dissertação de mestrado integrado em Arquitectura, Universidade Lusíada de Lisboa, 2016
Exame público realizado em 3 de Março de 2017
URI: http://hdl.handle.net/11067/2939
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULL-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mia_joana_martins_dissertacao.pdfDissertação10,07 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.