Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/293
Título: A cidade fragmentada : Bairros sociais e condomínios fechados do Porto
Autor: Silva, Elisa Diogo de Andrade e
Orientador: Oliveira, António Manuel da Costa
Palavras-chave: Bairros sociais
Condomínios fechados
Cidade
Metrópoles
Fragmentação
Porto
Data: 2013
Resumo: Durante a revolução industrial, a cidade do Porto tornou-se palco de inúmeras transformações sociais, arquitetónicas e urbanas como resposta ao crescimento demográfico. A cidade converteu-se num espaço de experiências no que concerne à habitação. Surgem no Porto políticas de realojamento que culminam em bairros sociais de habitação coletiva que se tornam grandes problemas para o funcionamento da cidade. Geram-se bolhas territoriais fomentadas pela sensação de medo, pela má organização do seu espaço público e pela falta de continuidade entre o bairro e a restante cidade. Atualmente, as metrópoles, estimuladas pelo investimento privado imobiliário e mercado financeiro, transformam-se em espaços de experiências aleatórias, similares, carregadas de símbolos da economia global de modo a tornarem-se atrativas ao investimento internacional. Esta cidade global incita às diferenças sociais, fomenta sensações de insegurança incentivando a formação de fortificações, como condomínios fechados, que espalhadas pelo território, quebram a leitura, funcionamento e continuidade da malha citadina. No contexto do crescimento da violência, aumenta o número de condomínios fechados que com os seus limites intransponíveis desenham e restringem o espaço público. Paralelamente, os bairros sociais com as suas metodologias convertem-se em espaços fechados com desenho, ambiente e ruídos diferentes do restante tecido urbano. Ambas as investidas fazem da cidade do Porto um espaço fragmentado repleto de cápsulas. Assim, o centro tradicional como espaço onde tudo acontece, as ruas como lugar de encontro, estão ameaçadas. É importante agir prevenindo a desagregação da cidade, como acontece em muitas mega metrópoles mundiais, de modo a fazer da cidade um espaço multicultural, de vida e diversidade
Abstract: During the industrial revolution, Porto became the stage of many social, architectural and urban transformations in order to adapt to the population growth. The city was turned into a space of experiences in what regards to housing. Arise in Porto resettlement policies which culminate in social neighborhoods as collective housing that became major problems for the functioning of the city. Territorial bubbles are generated fueled by a sense of fear, poor organization of the public space and by the lack of continuity between those neighborhoods and the rest of the city. Currently the metropolises, (controlled by private investment and financial market) are transformed into places of random and similar experiences, laden with symbols of the global economy in order to become attractive to international investment. This global city stirs up social differences, foster feelings of insecurity and consequently encourages the formation of fortifications, such as gated communities, spread throughout the territory that break the relation and the city functioning. In the context of a growing violence, the number of gated communities increases and the public space become restricted and drew by their insurmountable limits. In parallel, social neighborhoods, using these methods, are converted into enclosed spaces with different design, environment and noise from the rest of the urban fabric. Both investees are turning the city of Porto into a fragmented place filled with capsules. Thus, the traditional center as a place where everything happens and the streets as a meeting place, are threatened. It is important to prevent the desegregation of the city, as it is happening in many mega metropolises, in order to make the city a multicultural, living and diverse space.
Descrição: Exame publico realizado em 8 de Julho de 2013.
Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado em Arquitectura.
URI: http://hdl.handle.net/11067/293
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-IPCE] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado.pdfDissertação97,3 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.