Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/291
Título: Materiais e sistemas construtivos na arquitectura local. A Casa do Povo de Santo André : Mogadouro
Autor: Correia, João Manuel Pinto
Orientador: Costa, Maria Suzana Faro
Rapagão, João Paulo Menezes Dias Pereira
Data: 1-Jul-2013
Resumo: O estudo realizado visa compreender o valor dos materiais e dos sistemas construtivos na arquitectura tradicional, permitindo sustentar o desenvolvimento do caso de estudo, a Casa do Povo, realizado na aldeia desertificada de Santo André no concelho de Mogadouro. Compreender como estes materiais e sistemas construtivos constituem uma premissa para recuperar e actualizar a arquitectura com sensibilidade ambiental, cultural e patrimonial, perceber de que modo a apreensão e transmissão entre cultura material tradicional e actual definem relações e absorvem aportações que nos permitam estabelecer directrizes de intervenção e materialização, e de que maneira a arquitectura, enquanto instrumento estratégico, económico, social e cultural pode cooperar no planeamento e desenvolvimento dos territórios em desertificação, constituem os objectivos estruturantes desta dissertação. A metodologia utilizada está apoiada no estudo histórico, cartográfico, métrico e fotográfico do território objecto do caso de estudo, complementado pela consulta, pesquisa, análise e síntese de diversas fontes, nomeadamente edições monográficas, publicações periódicas e artigos, e pela observação e caracterização local. Numa primeira abordagem, reflectimos sobre o contexto transmontano, suas capacidades e potencialidades de desenvolvimento, direccionando e centrando o estudo na arquitectura com identidade regional e local. Numa segunda reflexão, caracterizamos os materiais e sistemas construtivos tradicionais. Seguidamente, apresentamos as analogias formais e materiais presentes nas obras de referência, onde identificamos e explicitamos conceitos de intervenção. Finalmente, expomos a Casa do Povo, onde se experimenta e materializa o diálogo entre cultura material tradicional e actual, fundamentando as opções e soluções tomadas. Os materiais e sistemas construtivos tradicionais constituem valores determinantes na caracterização e identificação do território. O saber ancestral, conjugado com os conhecimentos e instrumentos contemporâneos, representam uma premissa para uma acção com sensibilidade ambiental, cultural e patrimonial e para uma inovação equilibrada entre a necessidade de proteger e de responder aos novos paradigmas contemporâneos. Torna-se assim indispensável proporcionar e gerar alternativas aos modelos construtivos convencionais e tradicionais, com o objectivo de atrair, sensibilizar e informar os homens que procuram intervir em áreas com valor natural, patrimonial, arquitectónico ou simbólico.
Descrição: Exame público realizado em 30 de Maio de 2013.
Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado em Arquitectura.
URI: http://hdl.handle.net/11067/291
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdfDissertação23,5 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.