Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/2902
Título: A cor como caracterizadora do espaço : a importância da cor nos jardins-de-infância
Autor: Teixeira, Inês Filipa Florêncio, 1984-
Orientador: Alves, Rui Manuel Reis, 1964-
Loução, Ricardo Nuno de Paulo Martins Campos, 1974-
Palavras-chave: Cor - História
Cor - Aspectos psicológicos
Jardim de infância
Cor na arquitectura
Data: 10-Mar-2017
Resumo: A vida do ser humano é composta por interacções com o meio que o rodeia e que se traduzem em experiências, sendo o principal modo de interacção feito através da visão. Desde a Pré-história até à actualidade a cor tem sido utilizada dos mais diversos modos e de acordo com as várias sociedades e culturas que se sucederam. A cor foi assim utilizada desde sempre nos ambientes que nos rodeiam e na arquitectura. No século XVIII os estudiosos de diversas disciplinas dedicaram-se de modo exaustivo a este assunto, permitindo entendê-la em termos físicos, fisiológicos, biológicos, psicológicos, expressivos e artísticos. Percebeu-se que a cor é uma propriedade de toda a matéria, geradora de emoções, sensações e percepções, podendo transmitir mensagens, sensações e noções espaciais. Permite-nos distinguir formas, texturas e brilho, podendo ser utilizada como modeladora da percepção de espaços. Os materiais e consequentemente as suas cores tornam-se elementos indissociáveis e indispensáveis à vivência de um espaço. A escola é um local onde se criam as gerações futuras. Sendo a criação de ambientes adequados, às suas utilizações e utilizadores, um ideal da arquitectura. A arquitectura em geral e a arquitectura dos jardins-de-infância pode ser pensada utilizando a cor de variados modos, permitindo que dependendo do espaço e da análise feita pelo arquitecto, se criem obras arquitectónicas onde a cor funciona como elemento essencial dos espaço e valorizando-os. Os arquitectos podem assim, utilizar os materiais e consequentemente as cores de modo a transmitirem os conceitos onde se baseiam os espaços por si projectados.
Descrição: Dissertação de mestrado integrado em Arquitectura, Universidade Lusíada de Lisboa, 2012
Exame público realizado em 13 de Março de 2013
URI: http://hdl.handle.net/11067/2902
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULL-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mia_ines_teixeira_dissertacao.pdfDissertação11,12 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.