Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/2823
Título: A arquitectura em xisto na Serra do Açor
Autor: Almeida, António Carlos dos Santos de, 1967-
Orientador: Ferreira, Maria de Fátima Lino, 1967-
Palavras-chave: Xisto
Construção em pedra - Portugal
Arquitectura vernacular - Portugal
Serra do Açor (Portugal) - Edifícios, estruturas, etc.
Data: 16-Fev-2017
Resumo: O Xisto sendo uma rocha de grande ocorrência no território português continental, é largamente utilizada como matéria construtiva e ornamental, apresentando, contudo, diferenças substanciais entre as várias regiões onde ocorre, devido ao grau de meteorização a que foi sujeito tal como à sua composição mineral, conferindo-lhe características distintas, quer mecânicas quer visuais. Este facto faz com que a arquitectura de cada região, onde se constroem edifícios, utilizando o Xisto como material essencial à edificação das alvenarias tradicionais em pedra, se apresente com características próprias e distintas das outras regiões, apesar da mesma matéria construtiva. O objecto da presente dissertação "A Arquitectura em Xisto na Serra do Açor", tem por este motivo o objectivo de lançar um olhar critico às construções efectuadas em alvenaria de xisto de modo tradicional, numa região onde esta rocha é a matéria da sua composição montanhosa, praticamente sem outro tipo de intrusões rochosas, fazendo com que esta seja uma espécie de ilha geológica relativamente às regiões adjacentes (com excepção da serra da Lousã, que se apresenta quase como uma extensão da serra do Açor a Sudoeste e ela própria de formação xistosa), contribuindo para que o xisto seja a matéria quase exclusiva na composição das alvenarias tradicionais. Apesar do Xisto ser a matéria primordial, a arquitectura desta região não vive só da rocha que lhe dá corpo, temos contudo de ter em conta a geografia própria do lugar, que influencia grandemente a morfologia e a tipologia da arquitectura aqui edificada, quer pelos materiais que suportam e contribuem para a sua estruturação, quer pela influência que tem nas vivências humanas, que por sua vez influenciam as características apresentadas pela arquitectura da região.
Descrição: Dissertação de mestrado integrado em Arquitectura, Universidade Lusíada de Lisboa, 2016
Exame público realizado em 13 de Fevereiro de 2017
URI: http://hdl.handle.net/11067/2823
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULL-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mia_antonio_almeida_dissertacao.pdfDissertação137,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.