Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/2767
Título: Estado mental e qualidade de vida nos idosos
Autor: Valério, Elisabete Cristina Marques
Orientador: Oliveira, Joana Serra de
Palavras-chave: Psicologia
Psicologia clínica
Avaliação psicológica
Envelhecimento bem sucedido
Teste psicológico : Intrumento de Avaliação de Qualidade de Vida (WHOQOL-Bref)
Teste psicológico : Mini Mental State Examination (MMSE)
Gerontologia
Data: 8-Fev-2017
Resumo: O presente trabalho teve por objectivo avaliar as relações entre o estado mental e a qualidade de vida em idosos institucionalizados versus não institucionalizados e verificar se os idosos institucionalizados têm ou não mais qualidade de vida e por conseguinte melhor estado mental. Todos os sujeitos foram submetidos ao protocolo constituído por o questionário sociodemográfico, o WHOQOL-Bref e o MMSE, individualmente e numa única sessão para cada sujeito. A amostra foi constituída por 100 sujeitos de ambos os sexos, idosos, dos quais 51 estão institucionalizados em centro de dia e 49 não estão agregados a qualquer instituição. Conclui-se com este estudo que existem diferenças no estado mental em função da situação dos sujeitos institucionalizado/ não institucïonalizado, foram realizados testes de U de Mann Whitney, obtiveram-se diferenças estatisticamente significativas nas dimensões atenção e cálculo e linguagem, sendo que os sujeitos não institucionalizados (atenção e cálculo 56,58 e linguagem 58,62) apresentam médias significativamente superiores aos sujeitos de centro de dia (atenção e cálculo 44.66 e linguagem 42.70); no que diz respeito á presença de diferenças na qualidade de vida em função da situação dos sujeitos face à institucionalização foram realizados testes de U de Mann Whitney, nos quais se obtiveram diferenças estatisticamente significativas nos domínios psicológico e meio ambiente, sendo que os sujeitos não institucionalizados Domínio psicológico - 59.47 e no domínio maio ambiente - 59.35) apresentam médias significativamente superiores aos sujeitos de centro de dia (domínio psicológico - 41.88 e no domínio meio ambiente — 42.00). No que diz respeito a relação entre o estado mental e a qualidade de vida, através da correlação de Pearson, verificou-se que de facto sujeitos com qualidade de vida mais elevada têm associados com melhores níveis de estado mental.
Descrição: Exame público realizado em 24 de Julho de 2012 pelas 11h00.
URI: http://hdl.handle.net/11067/2767
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-IPCE] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao de mestrado.pdf
  Restricted Access
2,94 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.