Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/2744
Título: Redesign de uma etiqueta de mobiliário : o estudo da incapacidade visual segundo o design universal
Autor: Oliveira, Ana Rita Magalhães de
Orientador: Antunes, Raquel João Fialho
Palavras-chave: Design
Etiqueta
Redesign
Mobiliário
Incapacidade visual
Data: 2-Fev-2017
Resumo: No âmbito da análise do estudo do redesign de uma etiqueta de mobiliário com foco na incapacidade visual segundo o design universal. Nesta perspetiva, analisa-se as dificuldades de uma tipologia específica de público-alvo: pessoas cegas, amblíopes e idosas com incapacidades visuais. Pretende-se através da metodologia do design universal e dos seus sete princípios que são: 1. Uso equitativo: o design é útil e comercializável às pessoas com diferentes capacidades. 2. Flexibilidade no uso: o design acomoda uma ampla gama de preferência individual e habilidades. 3. Uso Simples e Intuitivo: o design fácil de entender, independentemente dos usuários, a experiência, conhecimento, habilidade de linguagem ou nível de concentração atual. 4. Informação de fácil perceção: o projeto comunica eficazmente a informação necessária para o usuário, independentemente das condições ambientais ou as habilidades sensoriais do usuário. 5. Tolerância ao erro: o design minimiza riscos abs as consequências adversas de ações acidentais ou não intencionais. 6. Baixo esforço físico: o design pode ser usado de forma eficiente e eficaz com o mínimo de fadiga. 7. Dimensão e espaço para a aproximação e uso: tamanho apropriado e espaço é fornecido para abordagem, alcance, manipulação e uso, independentemente de usuários, tamanho do corpo, postura ou mobilidade. Atingir os objetivos finais: - como tornar a etiqueta de um produto de mobiliário mais acessível a um maior público; - Eliminar a dificuldade das pessoas cegas, amblíopes e pessoas idosas com incapacidade visual, na obtenção de informação do produto exposto, alargando o número de utilizadores da etiqueta. O estudo apoiou-se na pesquisa de documentação no âmbito do design: de comunicação, produto e universal (acessível ou design para todos) e do redesign; abrangendo a consulta de livros, artigos, dissertações, documentários e documentos em sites na internet. O estudo contou também com pesquisa de campo: entrevistas direcionadas ao público-alvo em causa, sendo depois analisadas e retiradas principais conclusões. A inovação no estudo prende-se com o facto de ainda não existirem etiquetas informativas de mobiliário visando o conceito de design universal mas, tal como analisado nos exemplos de referência, existem cada vez mais sensibilidade para esta temática. A tendência da longevidade é um facto, cada vez mais as pessoas vivem mais tempo, o que potencia que a baixa visão que têm possa ser um fator inibidor por exemplo, do ato de uma compra. A consciência das empresas e a evolução da tecnologia disponível são fatores positivos para o desenvolvimento de etiquetas de mobiliário com base no design universal.
Within the study analysis is the redesign of a focus with furniture label on the visual disability according to universal design. In this perspective, it analyzes the difficulties of a specific type of audience: blind, visually impaired and elderly with visual disabilities. It is intended by the universal design methodology and its seven principles are: 1. Fair Use: The design is useful and marketable to people with different capacities. 2. Flexibility in use: the design accommodates a wide range of individual preferences and abilities. 3. Use simple and intuitive: the design easy to understand, regardless of the users, the experience, knowledge, language skills or current concentration level. 4. Information easy perception: design effectively communicates necessary information to the user, regardless of ambient conditions or the user's sensory abilities. 5. Tolerance for Error: The design minimizes risks abs adverse consequences of accidental or unintended actions. 6. Low physical effort: the design can be used efficiently and effectively with minimal fatigue. 7. Size and space for approach and use: Appropriate size and space is provided for approach, reach, manipulation, and use regardless of user, body size, posture or mobility. Achieve the ultimate goals: - How to make the label a more affordable furniture product to a larger audience; - Eliminate the difficulty of the blind, visually impaired and elderly people with visual impairment in obtaining information from the above product by extending the number of label users. The study was based on extensive research in the design: communication, product and universal (accessible or design for all) and redesign; including the consultation of books, articles, essays, documentaries and documents on Internet sites. The study also included field research: interviews aimed at the target audience in question, and then analyzed and taken key findings. Innovation in the study relates to the fact that there is not always informative labels furniture targeting the concept of universal design but, as discussed in the examples of reference, there is increasing awareness of this issue. The trend of longevity is a fact, more and more people live longer, which enhances the low vision have to be an inhibiting factor for example, the act of a purchase. The awareness of enterprises and the evolution of available technology are positive factors for the development of furniture label based on universal design.
Descrição: Exame público realizado em 18 de Novembro de 2016, às 17H00.
Dissertação de mestrado em Design de Interiores e Equipamento.
URI: http://hdl.handle.net/11067/2744
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdf
  Restricted Access
5,55 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.