Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/2524
Título: Energias renováveis, a melhor opção para a independência económica e financeira de Portugal
Autor: Fulgêncio, Joaquim Manuel de Oliveira, 1957-
Orientador: Antão, Mário Alexandre Guerreiro, 1965-
Palavras-chave: Energias renováveis
Energias renováveis - Aspectos económicos - Portugal
Desenvolvimento sustentável - Portugal
Indústrias energéticas - Portugal
Data: 13-Jul-2016
Resumo: Na altura em que esta dissertação está a ser elaborada continua a decorrer uma das maiores crises económico-financeiras a nível mundial, a qual tem afectado particularmente a Europa, especialmente os países de economia mais débil, como é o caso de Portugal. Muito embora não nos possamos alhear da conjuntura internacional e das consequências dos fenómenos relacionados com a globalização, a nossa enorme dependência energética é apontada como uma das principais razões pela situação financeira em que o país mergulhou e um dos maiores entraves ao seu desenvolvimento económico, o que acabou por colocar o país numa das piores situações de endividamento público e privado e de défice externo. Uma das melhores estratégias para contornar a actual situação de dependência energética seria a realização de um maior investimento em recursos endógenos, num nicho de mercado com um enorme potencial, como é o caso das energias renováveis, estando estas novas tecnologias, ao mesmo tempo, bastante direccionados para satisfazer as necessidades ambientais futuras. O desenvolvimento e a implementação de projectos desta natureza a par de uma nova política de gestão e combate ao desperdício, permitiria aumentar a disponibilidade de energia e contribuir assim para uma diminuição da importação das diversas formas de energia fóssil, possibilitando até uma maior exportação de energia eléctrica e de equipamentos tecnologicamente inovadores e altamente competitivos, como os propostos nesta dissertação, conferindo simultaneamente um vasto conjunto de vantagens que poderão trazer um valor acrescentado para o desenvolvimento do país. O sector energético nacional continua num impasse e novas orientações estratégicas e uma redefinição das políticas para o sector deverão ser equacionadas.
Descrição: Dissertação de mestrado em Gestão, Universidade Lusíada de Lisboa, 2014
Exame público realizado em 26 de Janeiro de 2014
URI: http://hdl.handle.net/11067/2524
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULL-FCEE] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mg_joaquim_fulgencio_dissertacao.pdfDissertação2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.