Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/2252
Título: Senescência e (re)aprender
Autor: Ferreira, Célia Maria da Costa Maia
Orientador: Ramos, Mariana Costa Brandão de Moura
Braga, Ana Luísa
Palavras-chave: Psicologia
Psicologia clínica
Intervenção psicológica
Envelhecimento
Psicologia do desenvolvimento
idosos
Data: 27-Abr-2016
Resumo: O presente relatório de estágio tem por objetivo apresentar e descrever, de forma objetiva e clara, o trabalho realizado no âmbito do estágio curricular do Mestrado em Psicologia Clínica da Universidade Lusíada do Porto realizado no Lar Santa Isabel - Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) em Mafamude, Vila Nova de Caia, durante os meses de Novembro de 2011 a Julho de 2012, perfazendo um total de 900 horas, sob a orientação da Dra. Ana Luísa Braga, psicóloga clínica e, diretora técnica desta instituição Neste estágio pretendi dar continuidade e aprofundar os conhecimentos adquiridos ao longo do percurso académico e, simultaneamente aplica-los na prática, no sentido de contribuír positivamente para a vivência das diferentes situações profissionais que surgissem E, dado que um relatório de estágio é um documento escrito com uma finalidade analítica e descritiva, assim, pretendo descrever de forma integrada e pormenorizada o trabalho desenvolvido enquanto estagiária de Psicologia clínica e elemento integrante da equipa multidisciplinar do Lar Santa Isabel durante o ano letivo 2011/2012. De realçar, que o contexto de estágio que me foi atribuído pela coordenação do Instituto de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade Lusíada do Porto e, ao qual me candidatei, correspondeu às minhas expectatïvas, permitindo não só o desenvolvimento de competências, enquanto psicóloga clínica com uma população tão especial, como é a população idosa, como a melhoria de competências essenciais a estas funções, tais como a capacidade de estabelecer objetivos, planear e desenvolver propostas de intervenção, observar e questionar o trabalho desenvolvido, propondo melhorias e/ou alternativas. Assim, como me permitiu compreender que o idoso não é alguém “acabado” mas sim alguém com competências que estão “adormecidas” mas, perfeitamente capazes de as voltarem a utilizar com eficácia e autonomia. Obviamente, que para isso é necessário acreditarmos neles. De acordo com a minha perspetiva, tudo será mais fácil se pensarmos que, também, iremos ser um deles no futuro!
Descrição: Exame público realizado em 14 de Fevereiro de 2013.
Relatório de estágio realizado no âmbito do Mestrado em Psicologia Clínica.
URI: http://hdl.handle.net/11067/2252
Tipo de Documento: Relatório
Aparece nas colecções:[ULP-IPCE] Relatórios

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatorio de estagio.pdf
  Restricted Access
4,62 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.