Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/2204
Título: Estimulação cognitiva com idosos institucionalizados
Autor: Cordeiro, Patricia Isabel Alves
Orientador: Fernandes, Sara Margarida Soares Ramos
Pires, Cláudia
Palavras-chave: Psicologia
Psicologia clínica
Intervenção psicológica
Vida cognitiva
Estimulação
Avaliação psicológica
Consulta psicológica
Teste psicológico : Mini-Mental State (MMSE)
Teste psicológico : Dementia-Raiting Scale (DRS-2)
Teste psicológico : Teste do Desenho do Relógio (TR)
Teste psicológico : Escala de Depressão Geriátrica (GDS)
Data: 20-Abr-2016
Resumo: O presente relatório visa descrever actividades desenvolvidas no âmbito do estágio curricular do Mestrado em Psicologia Clínica que decorreu no Serviço de Psicologia do Lar Nossa Senhora da Misericórdia sediado no Porto. O envelhecimento faz parte do ciclo de vida de um indivíduo. A população está cada vez mais envelhecida devido ao aumento da esperança média de vida e da diminuição da taxa de natalidade. Esta realidade provoca a reflexão sobre as infra-estruturas; apoios; políticas; que rodeiam a população idosa. Na realidade, devido às grandes mudanças estruturais que tem ocorrido no seio das famílias, tendem a existir cada vez mais idosos que são institucionalizados, uns por vontade própria, outros mesmo, porque a família não tem capacidade de resposta para os seus emergentes cuidados. Como o referido extensamente pela literatura, o processo de envelhecimento acarreta um conjunto de alterações fisiológicas, psicológicas, e sociais. Torna-se cada vez mais emergente, que as instituições pensem em medidas, que para além de satisfazerem as necessidades básicas de vida diária do idoso, devem estimular e reabilitar as suas funções cognitivas, atingindo assim, um máximo de qualidade de vida possível nesta etapa de vida. No contexto de estágio foram desenvolvidas várias intervenções e actividades com os idosos institucionalizados, quer a nível grupal, quer a nível individual. No âmbito da Psicologia Clínica, a avaliação cognitiva esteve sempre presente através da aplicação de testes neuropsicológicos: 1) Mini-Mental State (MMSE); o Dementia-Railing Scale (DRS-2); o Teste do Desenho do Relógio (TR); e a Escala de Depressão Geriátrica (GDS). Estes serviram de instrumentos utilizados no programa que foi criado de Estimulação e Reabilitação Cognitiva, bem como, serviram de complemento ao diagnóstico dos casos clínicos acompanhados. De um modo geral, tendencialmente, verificou-se que a aplicação do programa surtiu efeitos positivos na melhoria de funções cognitivas dos idosos avaliados. A realização deste estágio permitiu desenvolver e treinar competências de atendimento clínico, elaboração de diagnósticos clínicos, e rigor na aplicação de baterias de testes. Por outro lado, permitiu ainda, uma análise aprofundada dos resultados obtidos, possibilitando delinear intervenções realistas e eficazes.
Descrição: Relatório de estágio realizado no âmbito de mestrado de Psicologia Clínica.
Exame público realizado em 15 de Março de 2013.
URI: http://hdl.handle.net/11067/2204
Tipo de Documento: Relatório
Aparece nas colecções:[ULP-IPCE] Relatórios

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatorio de estágio.pdf
  Restricted Access
Relatório de Estágio715,57 kBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.