Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/2121
Título: Plataformas urbanas como resposta à sociedade atual
Autor: Leal, Diogo José Machado
Orientador: Alves, Francisco Peixoto
Palavras-chave: Arquitectura
Desenvolvimento urbano
Configuração urbana
Teoria da arquitectura
Santa Maria da Feira
Data: 7-Abr-2016
Resumo: Na sociedade urbana contemporânea, marcada pela mobilidade e pela velocidade, surge uma nova geração influenciada pela expansão da globalização e intimamente relacionada com o avanço do meio digital – apelidada de geração Y. Esta geração está voltada para um estilo de trabalho multicultural e centrado nas pessoas e nos países emergentes e em desenvolvimento. Este é um grupo que cresceu num mundo digital, são pessoas em trânsito, que se distanciam dos padrões de comportamento normais e assemelham-se aos nómadas. Através das redes físicas e virtuais a sociedade interage por todo o globo, possibilitando haver uma constante independência do lugar onde se situam. A arquitetura neste contexto globalizado, onde a procura e os utilizadores estão em fluxo constante, tem a função de proteger e reforçar elos existentes além de prever, controlar e viabilizar a criação de novos elos entre as pessoas e o território. Com base no estudo das teorias e propostas realizadas nos anos sessenta, de onde destacamos a do organismo vivo aplicada no projeto “Plug-inCity”,do “Grupo Archigram”, concebemos um modelo conceptual que estabeleça a simbiose entre o físico e o virtual. O local escolhido para a implementação deste modelo foi a Cidade de Santa Maria da Feira. Foi um verdadeiro desafio, por não ser uma cidade cosmopolita e não se assumir como uma escolha para este novo utilizador.
Abstract: In today’s urban society, characterized by mobility and speed, there is a new generation influenced by the expansion of globalization and deeply connected with digital developments – it is called Generation Y. This generation embraces a multicultural style of work, centred on people and on emerging and developing countries. This is a group of people who have grown up in a digital world, these are people who are constantly moving, people that distance themselves from so-called normal patterns of behaviour and are closer to Nomads. Through physical and virtual networks, society interacts across the entire globe, independently from where users are located. In this globalized context, where both the demand and the users are constantly moving and changing, architecture must protect and reinforce the existing links and also predict, control and enable the creation of new links between the people and the territory. Based on the study of theories and propositions presented in the Sixties, from which we highlight the one concerning the Living Pod applied in the project “Plug-in City”, by the Archigram Group, we have created a conceptual model that establishes the symbiosis between the physical and the virtual worlds. The place chosen to execute this model was the city of Santa Maria da Feira. It was a true challenge, since this is not a cosmopolitan city and it is not viewed as a choice by this new type of user from Generation Y.
Descrição: Exame público realizado em 7 de Março de 2016.
Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado em Arquitectura.
URI: http://hdl.handle.net/11067/2121
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Plataformas Urbanas_Diogo Machado.pdfDissertação de mestrado48,83 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.