Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1904
Título: Readaptação tipológica : Reconversão da Estação Ferroviária de Urrós
Autor: Alves, Ana Carolina Oliveira
Orientador: Saraiva, Alexandra Maria Barros Alves Chaves Silva Vidal
Palavras-chave: Arquitectura
Património arquitectónico
Estações ferroviárias
Edifícios destinados ao transporte, circulação e armazenamento
Reconversão arquitectónica
Mogadouro
Urrós
Data: 15-Fev-2016
Resumo: A presente dissertação tem como objectivo estudar o fenómeno da “Readaptação tipológica”, tentando compreender as principais características do tipo arquitectónico aqui em estudo e as suas transformações a par da sociedade. Este fenómeno surge dentro dos temas de estudo/trabalho propostos pela Faculdade de Arquitectura e Artes da Universidade Lusíada do Porto, para o 5º ano do Curso de Arquitectura. Segue-se a aplicação do conhecimento adquirido num caso prático de reconversão de uso de uma estação ferroviária desactivada na Linha do Sabor. A sucessiva perda do Património Ferroviário em Portugal torna-se uma realidade com o passar dos anos. A desertificação das localidades, a falta de manutenção e o abandono destes espaços, leva a que diversas regiões do interior fiquem cada vez mais “afastadas”, acabando por cair no esquecimento da população. Desta forma, este estudo irá destacar e reorganizar uma das principais tipologias ferroviárias inseridas no local em análise - Bemposta-, na tentativa de reconverter este conjunto edificado, atribuindo-lhe novas funções e integrando-o na principal área de acesso a todas as localidades vizinhas. Metodologicamente, elabora-se uma análise comparativa entre três casos de referência e analisa-se vários autores que ajudam no desenvolvimento do projecto prático. É intensão deste trabalho mostrar que a intervenção em estruturas arquitectónicas abandonadas pode trazer benefícios ao contexto envolvente. É igualmente importante a compreensão do papel que esta tipologia exerce na vida activa da sociedade que lhe dá uso.
Abstract: The present essay aims to study the “Typological readaptation” phenomenon, by studying the main characteristics of architectural type, and their transformations along with society. This phenomenon appears within the topics of study / work proposed by the Faculty of Architecture and Arts of Lusíada University of Porto, for the 5th year architecture course. Followed by the application of the knowledge acquired, in a practical case - conversion of the purpose of a disabled railway station in Linha do Sabor. The lost of the Railway Heritage in Portugal becomes a reality over the years. The local desertification, the lack of maintenance and the abandonment of these spaces, it leads some interior regions to become increasingly “distant” and eventually destined to be forgotten by the rest of the population. Thus, this study will emphasize and reorganize the main railway typologies inserted at the site in question - Bemposta-, attempting to convert this built environment, giving it new features and integrating it into the main area of access to all neighboring towns. Methodologically, a comparative analysis is made from three studie cases and analyzes o various authors who helps in the development of practical project. It is intent in this document to show that intervening in abandoned architectural structures can benefit the surrounding context. It is also important to understand the typology’s role in the life of the society that uses it.
Descrição: Exame público realizado em 13 Abril 2015.
Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado em Arquitectura.
URI: http://hdl.handle.net/11067/1904
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdf
  Restricted Access
Dissertação de mestrado28,23 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.