Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1877
Título: O vão na arquitectura medieval : a relação do sistema construtivo com o caixilho : intervenção na Casa da Torre da Lagariça
Autor: Pinto, Rui Xavier dos Anjos Nascimento
Orientador: Malheiro, Davide Miguel Guimarães
Palavras-chave: Arquitectura
Arquitectura de Habitação
História da arquitectura
Arquitectura medieval
Sistemas de construção
Caixilho
Vão
Intervenção na Casa da Torre da Lagariça
Data: 3-Fev-2016
Resumo: A dissertação intitulada “O Vão na Arquitetura Medieval – A relação do sistema construtivo com o caixilho – Intervenção na Casa da Torre da Lagariça” tem como finalidade a obtenção do Grau de Mestre em Arquitetura. O interesse pelo estudo e aprofundamento deste tema prende-se com o impacto da relação que o caixilho estabelece com a obra, ou com o sistema construtivo do edifício em que se encontra inserido, tendo em conta, em especial, as intervenções realizadas nos casos de referência para perceber se o caixilho segue o modelo original ou se foi adoptada uma nova solução. Por outro lado analisámos um conjunto de obras que nos permitiram compreender a relação do sistema construtivo e o caixilho tentando, desta forma, entender o seu funcionamento original bem como a sua evolução através dos tempos. O local escolhido para efetuar o estudo situa-se entre o Vale do Sousa e Resende. Trata-se de um estudo baseado em edifícios que integram a segunda fase da Rota do Românico o que pressupõe, à partida, encontrar inúmeras dificuldades fruto da dispersão em que estes monumentos se encontram na região escolhida, razão que nos condicionou ao estudo de 13 edifícios que se encontram identificados na dissertação. De entre estes, a Torre da Lagariça, situada na freguesia de São Cipriano, concelho de Resende, distrito de Viseu, tem um significado especial, pela relação do lugar com a origem da minha família materna. Outra dificuldade prendeu-se com o facto de estes edifícios estarem a ser usados ou não estarem sempre abertos ao público, serem propriedade privada, e não existir muita documentação relacionada com o assunto. Por sua vez, e apesar de todos terem sofrido obras de restauro/conservação ao longo dos tempos, quer pela mão das próprias populações ou pela Direção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais (DGEMN), ainda é possível encontrar alguns edifícios com os sistemas intactos e perfeitamente identificáveis, o que infelizmente só é viável pelo total abandono e estado de degradação em que os mesmos se encontram. Por tudo isto e para uma melhor compreensão da caixilharia destes edifícios, fizemos um levantamento minucioso do desenho do portal (pelo menos uma planta, dois cortes, e dois alçados, interno e externo, para não mencionar os detalhes particulares necessários) que foram indispensáveis para o estudo apresentado. Pela análise dos casos de referência, verificamos que sempre que é possível caracterizar o caixilho, através de um estudo prévio, quanto à sua forma, material e relação com o sistema construtivo, o mesmo é restaurado e mantido na sua forma original, cumprindo assim os pressupostos enunciados na carta de Atenas e na carta do Restauro. A opção por uma nova caixilharia, verifica-se quando não é possível caracterizar o caixilho original, quer pelo seu avançado estado de degradação ou mesmo pela sua total ausência, sendo assim o desenho do caixilho integrado numa solução mais abrangente da proposta. A introdução de novas eficiências, como o vidro duplo, verifica-se sempre que o uso do edifício o justifica, nomeadamente para o uso habitacional, sendo que, neste caso tanto o material como o desenho do caixilho é idêntico ao original, desde que seja possível a sua caracterização, caso não seja possível a opção de uma nova caixilharia com um desenho novo e materiais diferentes é a solução. Esta análise foi importante para a caixilharia adoptada no caso de estudo, Casa da Torre da Lagariça, uma vez que foi possível fazer um levantamento da caixilharia existente, apesar de se encontrar em mau estado, e desenhar uma nova caixilharia idêntica à original com a aplicação de novos materiais.
Abstract: The dissertation intituled as "The openings in Medieval Architecture – The building system relationship with the frame, - Intervention in the House Tower of Lagariça" was made with the intent of obtaining the Masters Degree in Architecture. The interest in the study and deepening of this topic lies in the impact of the relation that the framework establishes with the construction or with the constructive system of the building in which it is built into, taking into special account, the interventions made in the referenced cases to understand if the framework follows the original model or if a new solution has been implemented. On the other hand, we have analyzed a set of constructions which have allowed us to understand the relation between the constructive system and the framework which brought us closer to an understanding of its functioning as well as its evolution throughout time. The chosen site to run the study is located between Vale do Sousa and Resende. This study is based on buildings from the second stance of the Romanesque Route which is why we expected, from the start, to encounter numerous difficulties due to the widespread of these buildings in the chosen area, reason which lead us to the study of the 13 buildings that are identified on the dissertation. Amongst them, Torre da Lagariça, located in the county of Resende, district of Viseu, has a special meaning to me due to the relation between its location and the origin of my family from my mothers side. Another difficulty encountered proved to be the fact that, some of these building, are being used or were simply not always available to the public, being that they are private propriety and that it didn't exist much documentation related to the subject. On the other hand, and despite the fact that all of these buildings have gone through restoration/conservation throughout time, whether by the hand of the populations, the Directorate General for National Buildings and Monuments or by the Regional Directorate of National Buildings and Monuments, it is yet possible to find some buildings with intact, perfectly identifiable, systems which, unfortunately, is only viable through the total abandonment and the state of degradation they find themselves in. Due to all of this and for a better understanding of the framework of these buildings we have made a thorough analysis of the portal's drawing (at least one plan, two sections, and two elevations, internal and external, not to mention the particular details that were necessary) which were invaluable to the presented study. Through the analysis of the referenced cases we have noticed, through a previous study, that everytime that it's possible to analyse the framework's shape, material and the relation with its constructive system, that same framework is restored and kept in its original form, thus following what is stated on the "Athens Charter" and "Restoration Charter". The option to get a new framework is taken when it’s not possible to analyse the original framework, wether it is due to its advanced state of degradation or for its total absence, in this case, the framework's design is integrated in a vaster solution than the one proposed. The introduction of more efficient technologies, such as double layer glass, can only be seen in the building if it is absolutely necessary for what the building is used for, which is the case if it is used for habitational purposes, being that, in which case both the design and materials are identical to the original ones as long as it's possible to make an analysis of it, if that is not possible, then a new framework with the same design but different materials is the way to go. This analysis was important for the framework used in this case-study, Casa da Torre da Lagariça, since it allowed us to better analyse the existing framework, however in bad shape, and draw a new, identical to the original, framework with the use of new materials.
Descrição: Exame público realizado em 22 de Julho de 2015.
Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado em Arquitectura.
URI: http://hdl.handle.net/11067/1877
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdf16,41 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.