Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1836
Título: Espaços intermédios na qualificação da privacidade e intimidade da vivência habitacional
Autor: Teixeira, Francisca Maria Dias Cardoso
Orientador: Exame público realizado em 24 Julho 2015
Alves, Francisco Peixoto
Palavras-chave: Arquitectura
Arquitectura de Habitação
Casas com Pátio
Santa Maria da Feira
Data: 25-Jan-2016
Resumo: O presente estudo enquadra-se na macro-temática da reabilitação dos centros urbanos, focando-se na qualificação dos espaços intermédios no contexto habitacional através do estudo das questões perceptivas. Pretende-se então iniciar o estudo através de uma análise da influência do homem e da sua percepção do que o rodeia, definindo o que se entende por espaços intermédios, o seu enquadramento e relação com o homem e envolvências. Ao inserir esta temática na reabilitação dos centros urbanos são identificadas uma série de problemáticas, entre as quais a incapacidade, em termos práticos, e na conjectura actual, de reabilitar grandes áreas urbanas, como tal tentar-se-á identificar as formas arquitetónicas que nos permitem criar um habitação que se integre na envolvência mas que se desenvolva de forma equilibrada perante um ambiente projectado de modo a controlar as vivências. Para tal pretende-se então definir o que se entende por espaços intermédios e as possíveis funções e formas que podem tomar. Para tal é necessário entender uma série de conceitos relacionados com os diferentes tipos de espaços que existem. Estes espaços podem tomar várias formas e configurações, será por isso importante identificá-las e caracterizá-las, mas é essencial optar por uma, de modo a realizar um estudo mais aprofundado. Isolamos posteriormente o espaço pátio de modo a entender as relações espaciais que este espaço mantém com as restantes áreas que o rodeiam no contexto habitacional e compreender a evolução da forma em primeiro lugar para depois compreender as diferentes funções que pode tomar e relações que pode criar, enquadrando-se sempre no contexto habitacional e visando permanentemente qualificar a vivência intima e privada habitacional. Pretende-se através deste trabalho confirmar que o espaço pátio, é muito mais que uma forma que surge do desenho do espaço casa, mas sim a génese de todo o desenvolvimento de uma habitação, que surgirá a partir deste espaço e estabelecerá várias relações com o mesmo, conferindo por isso mais privacidade aos seus utilizadores, exponenciando a intimidade associada ao lar e à sua vivência.
Abstract: The present paper fits into the macro-theme of rehabilitation of urban centers , focusing on the characterization of the intermediate spaces in the housing context through the study of perceptive questions. We intend to initiate the study through an analysis of the men’s influence and his perception of his surroundings, defining what intermediate spaces mean and what relantionships they establish. Inserting this tematic on the rehabilitation of the urban centres matter are identified many problems, including the inability to rehabilitate large urban areas in the current conjecture. Therefore we are witnessing increasingly rehabilitation performed on a smaller scaler and by private entities, contemplating mainly residential buildings. We intend to define what it’s known has intermediate spaces and his possibles functions and shapes. To this it is necessary to understand an amount of concepts thet relate with different type of spaces that exist. This spaces can take various shapes e configurations, therefore it’s importante to identify them and charact them, but it’s essential to choose only one in order to be able to execute a more depth study. Afterwards we isolated the patio space in order to understand the spatial relationships that this space has with the remaining areas surrounding it in the housing context and understand the evolution of the form _ and then understand the different functions that can take and relationships that can create, it is always fitting in the housing context and aiming to permanently qualify the intimate experience and private housing. It is intended through this work confirm that the courtyard space, is much more than a way that arises from the home space design, but the genesis of the whole development of housing, which will appear based on this space and establish various relationships with the same , therefore giving it more privacy to its users, maximizing the intimacy linked to home and its living
Descrição: Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado de Arquitectura
URI: http://hdl.handle.net/11067/1836
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdfDissertação de mestrado44,89 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.