Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1834
Título: A arquitectura e a cortiça como material construtivo
Autor: Nogueira, Andreia Salomé Monteiro
Orientador: Alves, Francisco Peixoto
Palavras-chave: Arquitectura
Materiais de Construção
Cortiça
Arquitectura contemporânea
Santa Maria da Feira
Library of Congress Subject Headings
Data: 22-Jan-2016
Resumo: Estudamos a cortiça como material construtivo, de forma a responder ás necessidades contemporâneas arquitectónicas. Partindo de uma breve análise da formação e evolução do material foi visto que é originaria do sobreiro e se regenera a cada 9 anos. Ao contrario do que possa parecer ela faz parte da cultura humana como material técnico desde sempre, essencialmente devido á sua capacidade isolante e flutuante. Desde que o Homem começa a produzir vinho ela assume um papel importante para vedar vasilhas, ânforas e garrafas, mantendo-se até hoje um material de excelência para este efeito. Reúne uma vasta lista de particularidades e excelentes características, é leve, impermeável, flexível, isolante, biodegradável, entre outras. Na arquitetura ela apresenta a capacidade de isolar e revestir. Devido ao coeficiente de condutibilidade térmica baixo a cortiça mostra uma boa competência para a função isolamento térmico e acústico. No revestimento é um material sublime e elegante capaz de transformar atmosferas e tornar espaços únicos que interagem com o passar do tempo, devido á alteração de cor com a chuva e o sol. O projeto de intervenção situado em Santa Maria da Feira exibe e demonstra o potencial da cortiça. O largo é transformado num espaço flexível, orgânico explorando as qualidades intrínsecas do material.
Abstract: We study the cork as a building material, in order to give an answer to the architectural contemporary needs. Starting from a brief analysis of the formation and evolution of the material, we could see that it comes from the cork tree and it regenerates every 9 years. Contrary to what it may seem, the cork has always been part of the human culture as a technical material, mostly due to its isolating and floating ability. Since man started to produce wine, the cork assumes an important role for sealing vessel, amphora and bottles, remaining until today an excellent material for this purpose. It gathers a wide list of particularities and excellent features, it’s it is lightweight, waterproof, flexible, insulating, biodegradable, among others. In architecture the cork maintains the ability of insulate and coat. Due to the low thermal conductivity coefficient, the cork shows a good competence to the function of thermal and acoustic insulation. In coating it is a sublime and elegant material able to transform unique spaces that interact over time, due its colour changes with the rain and the sun. The intervention project, located at Santa Maria da Feira, shows and demonstrates the cork’s potential. The square is transformed in a flexible, organic space, exploring the intrinsic qualities of the material.
Descrição: Exame público realizado em 20 de Outubro.
Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado de Arquitectura.
URI: http://hdl.handle.net/11067/1834
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdfDissertação de mestrado28,56 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.