Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1796
Título: Pensar a cidade para as pessoas : a potencialidade do espaço público enquanto promotor de relações sociais
Autor: Alves, Hugo João de Melo Igrejas Ribeiro
Orientador: Carvalho, Carla Andreia Galvão de
Palavras-chave: Arquitectura
Desenvolvimento urbano
Desenho urbano
Cidade
Espaço público
Aspectos Sociais
Data: 11-Jan-2016
Resumo: Desde a sua formação que as cidades desempenham um papel preponderante na vida das pessoas. Contrastando com as zonas rurais, a cidade é encarada como local de oportunidades, fascina e atrai o homem na busca de uma melhor qualidade de vida. Os espaços públicos têm sido determinantes nos processos de desenvolvimento e evolução das cidades ao longo da história, funcionando como lugares onde as pessoas se encontram e trocam ideias. Desde a antiguidade clássica com a Ágora Grega, até ao início do século XX, que os espaços públicos têm sido centros de diversidade e lugares de interação humana tendo assegurado uma melhor qualidade de vida das pessoas nas cidades. Todavia, a cidade contemporânea tem vindo a suprimir a escala humana e a anular o papel das pessoas como principais intervenientes na cidade, resultado do drástico aumento da população e expansão das áreas urbanas e do facto de estas serem cada vez mais pensadas para o automóvel. Com a contínua expansão dos aglomerados urbanos e o uso e propriedade de veículos privados as pessoas deslocam-se para as periferias, encontrando-se cada vez mais isoladas e afastadas dos centros das cidades. Como consequência o domínio público das cidades está a perder identidade: terrenos vazios crescem no tecido urbano; ruas perdem o seu uso; zonas perigosas pontuam o espaço. Os espaços públicos na cidade contemporânea perdem assim a sua capacidade de potenciar as relações sociais. Torna-se então importante perante a realidade da cidade contemporânea, desenvolver uma estratégia através da qual os espaços públicos sejam devolvidos às pessoas. Assim, um desenho consciente e funcional dos espaços públicos, promovendo relações sociais, é determinante para integrar e aproximar as pessoas à cidade. Este trabalho pretende assim, explorar a potencialidade dos espaços públicos na promoção de relações sociais, melhorando a qualidade de vida nas cidades contemporâneas, tendo como caso de estudo a cidade do Porto.
Abstract: Since its formation, cities play a major role in people’s life. In contrast with rural areas, cities are seen as places of opportunities, fascinating and attracting man in search of a better quality of life. Public spaces have been instrumental in the development processes and evolution of cities throughout history, functioning as places where people meet and exchange ideas. Since the early ages of civilization with the Greek Agora, until the early twentieth century, public spaces have been centers of diversity and human interaction, having the ability to secure a better city life. However, the contemporary city is dismantling human scale and annulling the role of people as key stakeholders in the city, as a result of the dramatic increase in population and expansion of urban areas, as well as the fact that cities are more and more thought to the car instead of people. With the continuous expansion of urban areas and the use of private cars, people moved to the suburbs, being increasingly more isolated and distant from urban centers. As a result, the public domain of the cities is losing identity: empty lots grow in the urban fabric; streets lose their use and function; dangerous areas appear in the urban environment. Public spaces in the contemporary city are losing their capacity to enhance social relations. It is therefore important due to the reality of the contemporary city, to develop a strategy so public spaces can be delivered back to the people. Thus, a conscious and functional design of public spaces, promoting social relations, it is crucial to integrate and bring people to the city. Thus, a conscious and functional design of public spaces, promoting social relations, is crucial to integrate and bring people back to the city streets. This study therefore, aims to explore the potential of public spaces in the promotion of social relations, improving the quality of life in contemporary cities, for that we use the city of Porto as a case study.
Descrição: Exame público realizado em 20 de Fevereiro de 2015.
Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado em Arquitectura.
URI: http://hdl.handle.net/11067/1796
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao de mestrado.pdfDissertação de mestrado18,82 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.