Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1763
Título: O ecletismo do psicólogo clínico :uma experiência em contexto comunitário
Autor: Botelho, José Miguel Reis da Silva
Orientador: Ribeiro, Sílvia Maria da Rocha
Figueiredo, João Mateus
Palavras-chave: Psicologia
Psicologia da Saúde
Contribuição de psicólogo - Relatório de estágio
Data: 16-Dez-2015
Resumo: Conceituamos a comunidade como dimensão espaço/temporal na qual os sujeitos são compreendidos com foco em suas relações, sendo constituídos por meio destas numa constante dialéctica entre individual e colectivo. A comunidade expressa-se como espaço de construção de cidadania, no qual todas as falas são legítimas (Freitas, 2000 & Guareschi, 2003, cit in. Costa & Brandão, 2005) Esse conceito, que pode parecer utópico, é tomado nessa perspectiva para que marque o desafio de actuarmos focando as relações entre indivíduos, e entre estes e a sociedade, em uma busca de valorização das relações comunitárias que visem o bem comum (Ricci, 2003, cit in. Costa & Brandão, 2005). A instituição é, normalmente, o espaço no qual as relações comunitárias se estabelecem, sendo, assim, o contexto no qual os indivíduos apresentam os seus pedidos (Costa & Brandão, 2005). Os pedidos que chegam à psicologia, dc forma geral, são originárias de alguma instituição: Postos de Saúde; escolas, centros de assistência social; bem como instituições constituídas a partir da organização social, como Associações de Moradores, Associações não Governamentais (ONGs), ou instituições de natureza religiosa, sendo estas as detentoras iniciais dos pedidos da comunidade (Costa & Brandão, 2005). Neste sentido, o objectivo deste estágio visou a consolidação e prática de conhecimentos adquiridos, no sentido de melhorar a prestação de um futuro profissional, numa Instituição inserida numa estrutura de cariz comunitário em que se deverá “pensar em rede” o que significa abandonar um paradigma de perceber os utentes como um alvo único da intervenção, e o profissional o único recurso possível. O presente relatório descreve as actividades e intervenções realizadas no decorrer do estágio curricular do Mestrado cm Psicologia Clínica da Universidade Lusíada do Porto, realizado durante o ano lectivo 2010/2011 na Casa Ozanam - Associação das Obras de S. Vicente Paulo. O presente relatório está estruturado em duas partes, sendo a primeira de ordem mais teórica contendo cinco capítulos, e a segunda num cariz mais prático, referindo-se às actividades desenvolvidas na Instituição, subdividida em seis capítulos. A primeira parte inclui, a Introdução, caracterização da Instituição e breve discrição da sua estrutura física e recursos humanos, contendo o seu organograma seguindo-se, ainda a descrição das suas respostas sociais: Fórum Sócio-Ocupacional; Centro de actividades Ocupacionais; Centro de Apoio Terapêutico à Infância; Serviço Porta Aberta; Formar para Inserir. Termina com uma breve reflexão crítica, O Terceiro capitulo, refere-se à descrição do papel do psicólogo clínico, suas acções e importância da Psicologia e do Psicólogo num centro comunitário, concluindo como uma breve reflexão crítica. Como uma das populações alvo de intervenção neste estágio foram pessoas com doença de Esquizofrenia, no quarto capitulo é feita uma breve resenha histórica e de possíveis aspectos etiológicos da doença, terminando esta primeira parte com o capítulo cinco onde é feito uma breve referência à reabilitação psicossocial. A segunda parte deste relatório tem, pois, um carácter de descrição das actividades desenvolvidas, sendo que o sexto capítulo refere-se ao Programa de auto-controlo e gestão de stress: constituição do grupo e operacionalização; plano das sessões e uma breve reflexão crítica. O capítulo seguinte (sétimo), descreve outra actividade desenvolvida, nomeadamente, Programa de reabilitação cognitivo-comportamental: área laboral, em população com a doença de esquizofrenia, aonde consta a sua descrição, constituição do grupo, operacionalização, plano das sessões de intervenção e uma breve reflexão crítica. Segue-se o oitavo capítulo do presente relatório, referente às Consultas de Psicologia desenvolvidas neste estágio, dando relevância às efectuadas na resposta social “Serviço Porta Aberta”, sintetizadas em duas tabelas. No capítulo seguinte (nono), é descrito um estudo de caso efectuado, que contém: identificação do caso; problema apresentado; história do problema; Historia Desenvolvimental, Psicossocial e Familiar; avaliação e resultados; justificação do diagnóstico; diagnóstico diferencial; conceptualização; descrição da Intervenção terapêutica; estado actual e reflexão crítica. No décimo capítulo, estão descritas outras actividades desenvolvidas ao longo deste estágio nomeadamente: visitas domiciliárias (engloba a descrição de dois relatórios e respectiva reflexão critica) e uma Acção de formação em Primeiros Socorros. O último capítulo é dedicado às conclusões finais do estágio.
Descrição: Relatório de estágio realizado no âmbito do Mestrado em Psicologia Clínica
Exame público realizado em 15 de Novembro de 2011
URI: http://hdl.handle.net/11067/1763
Tipo de Documento: Relatório
Aparece nas colecções:[ULP-IPCE] Relatórios

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatorio de Estagio.pdf
  Restricted Access
8,15 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.