Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1748
Título: Territórios em mudança e consolidação : gestão urbana do Parque das Nações
Autor: Ramos, Lino Alberto Santos, 1961-
Orientador: Chaves, Mário João Alves, 1965-
Palavras-chave: Planeamento urbano - Portugal - Lisboa
Renovação urbana - Portugal - Lisboa
Parque das Nações (Lisboa, Portugal)
Data: 30-Nov-2015
Resumo: As cidades constituem-se, cada vez mais, como motores de desenvolvimento económico e social desempenhando, tanto a nível local como global, um papel de relevo na consolidação e competitividade do território. Intrinsecamente ligados à própria história da humanidade, a história da cidade, a evolução da vida em comunidade, o desenvolvimento do planeamento urbanístico, revelam-nos um percurso que se torna cada vez mais complexo e nos transporta à atual sociedade global, crescentemente competitiva, repleta de desafios, de desigualdades mas também de oportunidades. A realização da Exposição Mundial de Lisboa - EXPO'98 constituiu o pretexto para concretizar uma dessas oportunidades que o tempo da história nos reserva, permitindo levar a cabo um projeto de renovação urbana que contribuiu para revitalizar uma zona da cidade de Lisboa, num prazo de execução muito curto, dando origem a uma nova centralidade, hoje conhecida por Parque das Nações, caracterizada pela oferta competitiva de bens e serviços e pela qualidade de vida que proporciona. O processo de gestão integrada que desde o urbanismo e planeamento às infraestruturas e arquitetura, deu lugar a uma nova realidade urbana, foi desenvolvido e implementado pelo Parque EXPO 98, SA e foi esta entidade que, desde o final da Exposição Mundial de Lisboa de 1998 e até Junho de 2013, desenvolveu a atividade de gestão urbana do Parque das Nações. O modelo de gestão implementado foi capaz de garantir a qualidade deste espaço urbano, reconhecida a nível nacional e internacional, recorrendo a uma equipa de dimensão relativamente reduzida e de elevada eficiência e especialização, não só a nível técnico como ao nível do conhecimento detalhado dos sistemas, infraestruturas e demais particularidades do Parque das Nações, gerindo o espaço a partir do terreno, próximo dos utentes, com autonomia e capacidade de decisão suficientes para satisfazer, em tempo útil, as necessidades de quem vive e usufrui do espaço urbano. Muitas das intervenções operadas nas cidades permitem melhorar a qualidade e a imagem dos lugares, reconfigurando o tecido económico e social e promovendo a criação de novas centralidades. Neste processo, os espaços públicos e os edifícios de referência constituem um elemento essencial na criação de lugares novos que atraem e fixam as populações. O projeto de reordenamento urbano e arquitetónico em Alcântara implica a elaboração de um plano e o desenvolvimento de um edifício de referência, neste caso um edifício de uso misto, auditório e biblioteca, configurando um exercício prático de reflexão sobre a importância das dinâmicas de transformação na cidade e a importância dos equipamentos âncora.
Descrição: Dissertação de mestrado integrado em Arquitectura, Universidade Lusíada de Lisboa, 2015
Exame público realizado em 25 de Novembro de 2015
URI: http://hdl.handle.net/11067/1748
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULL-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mia_lino_ramos_dissertacao.pdfDissertação66,6 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.