Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1646
Título: Em busca de um restabelecimento de relações inatas entre o humano e o edificado : a recuperação de valores primordiais da arquitectura na sociedade urbana e global
Autor: Serrano, João Filipe da Silva
Orientador: Soares, Maria João
Palavras-chave: Arquitectura
Arquitectura contemporânea
Teoria da arquitectura
Data: 22-Nov-2010
Resumo: Sumário: 1. A Crise Contemporânea, p. 17 1.1 Globalização, Capitalismo, Consumismo e Aquecimento Global a partir de R. Rogers, p. 18 1.2 A génese da Máquina Industrial desde Renée Descartes e Immanuel Kant, p. 27 1.3 O Niilismo Moderno de Friedrich Nietzsche segundo Gianni Vattimo, p. 31 1.4 A opção no Organicismo em Frank Lloyd Wright e Alvar Aalto, p. 36 1.5 O rumo à Sustentabilidade por William McDonough e Peter Newman, p. 40 2. A libertação do ambiente Humano e Natural, p. 46 2.1 A ambição Humana de Abraham Maslow, p. 47 2.2 A vida simples de Henry David Thoreau, p. 51 2.3 O retorno à condição primitiva de Jack London, p. 54 2.4 A Ecologia Profunda de Arne Naess, p. 57 3. Vernacular Global: Bjarke Ingels Group e "Mountain Dwellings", p. 60 3.1 A regeneração do Arquitecto Moderno a partir de Charles Jencks, p. 61 3.2 O processo de Selecção Natural influenciado por Charles Darwin, p. 67 3.3 A qualidade Vernacular em Bernard Rudofsky e Christopher Alexander, p. 72 3.4 O Situacionismo Popular desde Asger Jorn, p. 78 3.5 A Sobreposição de Usos segundo Rem Koolhaas, p. 85 3.6 Pragmatismo Utópico de Bjarke Ingels, p. 91 4. Futuro Primitivo: Sou Fujimoto e o "Centro Infantil de Reab, Psiquiátrica", p. 96 4.1 A definição de Lugar em Christian Norberg-Schulz, p. 97 4.2 O Sistema de Relações a partir de Albert Einstein, p. 103 4.3 A ontologia fraca de Martin Heidegger por Vattimo, p. 113 4.4 O anti-objecto de Kengo Kuma, p. 118 4.5 Os limites difusos de Toyo Ito, p. 126 4.6 Futuro Primitivo de Sou Fujimoto, p. 130 Resumo: A Arquitectura é a arte de significar um lugar no espaço indefinido. O espaço sempre foi um sistema contínuo de relações em concordância. A Arquitectura, inevitavelmente, é a imposição de um corpo ou limite edificado que altera o fluxo destas relações. Durante grande parte da evolução humana, particularmente nas civilizações primitivas, o Homem demonstrou uma habilidade imensa na construção eficiente de edificios abertos à sua Comunidade e às mais variadas circunstâncias locais; harmonizando a ocupação humana no espaço natural e que, sobretudo, consideravam a dinâmica dos fluxos naturais. Com o despontar da Idade Moderna e a fundamentação da Sociedade Global, a especulação e avidez em relação ao progresso tecnológico, ironicamente em nome da Liberdade e Democracia, motivaram a génese de uma Arquitectura abstracta que, em vez de se adaptar, implanta com alguma arrogância a transformação e domesticação do meio ambiente, contrariando a geração de diversidade natural e até de identidade humana. A Arquitectura e a Cidade passam a concentrar-se na produção de edifícios, em forma de objectos/obstáculos introvertidos, que competem não só contra a continuidade dos ecossistemas naturais, mas também, contra a extensão do espaço público. Com esta Dissertação, o que propomos é uma reflexão para comprovar as qualidades associadas à Arquitectura Primitiva/Pobre e Arquitectura Vernacular/Popular, que suportarão, à prática arquitectónica actual, produzida nas sociedades mais avançadas e urbanas, a recuperação das relações humanas e o restabelecimento das relações inatas que se podem verificar entre o nosso corpo e os nossos edifícios e cidades. Procuramos chegar à ideia de uma Arquitectura mais transparente, aberta, flexível e ilimitada. Por uma Arquitectura mais humilde, espontânea, intuitiva e interactiva.
Abstract: Architecture is the art of providing meaning to a place in the general space. Space was always a continuous system of relations in accordance. Architecture, inevitably, is the imposition of a built body or limit that changes the flow of these relations. During long part of human evolution, mainly in the primitive civilizations, Man revealed a great ability to construct efficiently buildings that are open to his Community and to the most diverse local circumstances, blending the human occupation in the natural space, and that, mostly, considered the dynamic of the natural flows. With the break out of the Modern Era and the evidence of the Global Society, the speculation and greed towards the technology progress, ironically in the name of Liberty and Democracy, encouraged the birth of an abstract Architecture that, instead of adapting, implants with some arrogance the transformation and domestication of the environment, denying the generation of natural diversity and human identity. Architecture and City began to focus their effort in the production of buildings, in the form of introverted objects/obstacles, which compete not only against the continuity of the natural ecosystems, as well as against the extension of the public space. With this Dissertation, what we are proposing is a reflection to give evidence of the qualities associated with Primitive/Poor Architecture and Vernacular/Popular Architecture, that will support, to the current practice of architecture, produced in advanced and urban societies, the chance to recover human relations and the re-establishment of innate relations that can come out between our body and our buildings and cities. We are in search for an idea of Architecture that is transparent, open, flexible and unlimited. For an Architecture that is humble, spontaneous, intuitive and interactive.
Descrição: Exame público realizado em 22 de Novembro de 2011.
Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado em Arquitectura.
URI: http://hdl.handle.net/11067/1646
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-FAA] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado.pdf
  Restricted Access
Dissertação de mestrado114,75 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.