Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1619
Título: Figuração espacial : a poética da construção, a tectónica enquanto arte
Autor: Runa, Tiago Miguel Rossa Marcelo, 1987-
Palavras-chave: Espaço (Arquitectura)
Arquitectura e tecnologia
Data: 11-Set-2015
Resumo: Existem na arquitectura três elementos que desde sempre foram indissociáveis: a estrutura, a forma e o espaço. A forma da arquitectura esteve invariavelmente e quase sempre relacionada com a estrutura. Desde a antiguidade, onde as paredes (pesadas massas de alvenaria), incorporavam a inseparável necessidade de suportar, de limitar e compor o espaço, até à modernidade onde pelo uso de novos materiais foi possível transferir e concentrar as cargas em estruturas pontuais, criando um esqueleto, a estrutura sempre fez parte da composição do espaço, sempre o "estruturou", como refere Alberto Campo Baeza. Para além de suportar as cargas e de as transmitir ao solo a "estrutura" transmite ordem ao espaço, é um elemento importante na sua configuração. "A estrutura não só suporta, não só aguenta, como quando bem concebida e afinada, só precisa de ser atravessada pela luz e pelo ar para, como um bom instrumento musical, tocar e tocar bem" (Baeza; 2011; 48).
Descrição: Revista arquitectura Lusíada. - ISSN 1647-9009. - N. 5 (1.º semestre 2014). - p. 195-210
URI: http://hdl.handle.net/11067/1619
ISSN: 1647-9009
Tipo de Documento: Artigo
Aparece nas colecções:[ULL-FAA] RAL, n. 5 (1.º semestre 2014)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ral_5_13.pdf49,82 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.