Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1270
Título: No xadrez das sexualidades : conhecimentos, atitudes e comportamentos de jovens adolescentes surdos face às ISTS
Autor: Bandarra, António José Esteves
Orientador: Oliveira, Joana Serra de
Palavras-chave: Educação Especial
Necessidades Educativas Especiais - Deficiência Auditiva - Adolescentes
Necessidades Educativas Especiais - Educação Sexual - Adolescentes
Psicologia comportamental
Data: 1-Dez-2014
Resumo: A Educação Sexual nas escolas é uma necessidade e um direito das crianças, jovens e das famílias, previsto na legislação portuguesa desde 1984. Assim, a informação de qualidade e educação em sexualidade é um direito para todos e um aspeto de grande importância na promoção de saúde sexual e reprodutiva. A educação sexual é um aspeto fundamental para o desenvolvimento pessoal e social do ser humano o que justifica o estudo, junto dos jovens adolescentes surdos, do nível de conhecimento, atitude e comportamento que têm neste domínio de forma a melhor fundamentar possíveis intervenções. Existem cerca de 33 mil surdos em Portugal. Estes são falantes de Língua Gestual Portuguesa e partilham diariamente a sua identidade cultural. A maioria desconhece o acesso a serviços de educação em saúde sexual, o que os torna bastante vulneráveis à ocorrência de Infeções Sexualmente Transmissíveis. O principal meio de comunicação para os jovens adolescentes surdos é a Língua Gestual. Contudo, a acessibilidade à informação é limitada por barreiras de comunicação escrita ou falada. O presente estudo tem como objetivo analisar de que forma os jovens adolescentes surdos, à saída do ensino secundário adquiriram conhecimentos em matéria de sexualidade, que constituam bons indicadores de virem a ter comportamentos saudáveis em relação às lnfeções sexualmente transmissíveis. Os resultados sugerem que apesar de os alunos surdos possuírem conhecimentos sobre as lSTs, de algum modo, continuam vulneráveis. Salienta-se a pertinência de ajustar a educação sexual nas escolas a este tipo de público, dado que parecem ainda não existir fontes de informação e de educação em sexualidade realmente eficazes e capazes de responder às necessidades destes jovens. Espera-se que este estudo possa constituir um bom instrumento de referência para os professores utilizarem na orientação da sua prática pedagógica, alertando-os para a importância de conhecerem as conceções prévias destes alunos e os possíveis obstáculos às suas aprendizagens, de forma a obter um ensino mais motivador e eficaz face às ISTs.
Descrição: Dissertação de mestrado realizada no âmbito do Mestrado em Educação Especial.
Exame público realizado em 29 de Maio de 2013.
URI: http://hdl.handle.net/11067/1270
Tipo de Documento: Dissertação de Mestrado
Aparece nas colecções:[ULP-IPCE] Dissertações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao de Mestrado.pdfDissertação3,96 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.