Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/1023
Título: O mito das fronteiras em África
Autor: Castelo Branco, Luís Bernardo Nunes Mexia, 1967-
Palavras-chave: África - Fronteiras
Data: 24-Jul-2014
Resumo: Grande parte das atuais fronteiras africanas tem a sua origem na época colonial, quando as potências europeias dividiram entre si os territórios africanos. Após as independências, a Organização de Unidade Africana, com vista a diminuir a conflitualidade, afirmou que as fronteiras de África eram as herdadas da colonização. Porém, ao longo dos tempos várias têm sido as tentativas, algumas bem-sucedidas, de alterações de fronteiras. Os casos mais recentes foram os da criação da Eritreias, Sudão do Sul e Estado de Azawad.
Descrição: Lusíada. Política internacional e segurança. - ISSN 1647-1342. - S. 1, n. 8 (2013). - p. 71-88.
URI: http://hdl.handle.net/11067/1023
ISSN: 1647-1342
Tipo de Documento: Artigo
Aparece nas colecções:[ULL-FCHS] LPIS, n. 08 (2013)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
LPIS_n8_4.pdf328,08 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.