Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11067/6113
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorCorreia, Eduardo Filipe Corrêa Rodrigues de Pereira, 1978--
dc.contributor.authorPinheiro, Ana Carolina de Passos Romão de Menezes, 2001--
dc.contributor.authorTeixeira, Patrícia Isabel Gamito, 1993--
dc.date.accessioned2022-01-26T17:19:04Z-
dc.date.available2022-01-26T17:19:04Z-
dc.date.issued2021-
dc.identifier.citationCorreia, Eduardo Filipe Corrêa Rodrigues de Pereira [et al.] (2021) - Eleições presidenciais em Cabo Verde. Polis. ISSN 0872-8208. 2:4 (Julho-Dezembro 2021) 231-234.-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11067/6113-
dc.identifier.urihttps://doi.org/10.34628/1rs0-se35-
dc.descriptionPolis. - ISSN 0872-8208. - S. 2, n. 4 (Julho-Dezembro 2021). - p. 231-234.pt_PT
dc.description.abstractA democracia cabo-verdiana é, tradicionalmente, considerada como um caso de sucesso no continente africano. A obtenção da independência por uma via pacífica, ao contrário de Angola, Guiné-Bissau e Moçambique, levou a que Cabo Verde se destacasse enquanto um estado insular, com uma fraca divisão étnica, religiosa e linguística, e sem uma herança de conflito armado no seu território. Comparativamente a outras ex-colónias portuguesas, a transição para a democracia foi menos complexa e pacífica. As primeiras eleições da África lusófona em que ocorreu a participação de mais do que um partido político foram as eleições legislativas de Cabo Verde, realizadas em 1991, onde venceu o partido da oposição Movimento para a Democracia (MpD). Desde essa altura, as eleições têm levado à sistematização de um regime bipartidário alicerçado nas duas maiores forças políticas – PAICV e MpD, alternando no poder de forma pacífica durante os últimos anos. Segundo Sanches, as diferenças entre estes partidos e os seus eleitores são muito ténues, embora o PAICV seja membro da Internacional Socialista e tenha uma maior pendência para a esquerda, e o MpD seja membro da Internacional Democrata Centrista com um maior pendor de direita.-
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/pt_PT
dc.titleEleições presidenciais em Cabo Verdept_PT
dc.typearticlept_PT
dc.peerreviewedyespt_PT
dc.identifier.citationtitleEleições presidenciais em Cabo Verde-
dc.identifier.citationauthorCorreia, Eduardo Filipe Corrêa Rodrigues de Pereira-
dc.identifier.citationauthorPinheiro, Ana Carolina de Passos Romão de Menezes-
dc.identifier.citationauthorTeixeira, Patrícia Isabel Gamito-
Aparece nas colecções:[ILID-CEJEA] Polis, s. 2, n. 04 (Julho-Dezembro 2021)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
polis_2_4_17Texto integral220,22 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Este registo está protegido por Licença Creative Commons Creative Commons